Técnico de Cielo é barrado em torneio na Austrália

Fonte ANSA 14/08/2014 às 20h

Scott Volkers é suspeito de ter cometido abuso contra jovens

14 Agosto, 18:42•SÃO PAULO•ZAR

(ANSA) - O técnico do nadador brasileiro César Cielo, o australiano Scott Volkers, foi proibido de participar do Pan-Pacífico, um dos principais torneios da modalidade, que será realizado entre os dias 21 e 25 de agosto, em Gold Coast, na Austrália.


O técnico de Cielo, tricampeão mundial dos 50m livre e atual recordista mundial dos 50m e 100m livre, teve o pedido de credencial negado pela Federação Australiana de Natação, por ser suspeito de ter cometido abusos sexuais na década de 80. Ele é causado de ter abusado de três jovens nadadoras, que na época tinham entre 12 e 14 anos. As ex-atletas Julie Gilbert, Kylie Rogers and Simone Boyce prestaram depoimento na Comissão Real de abusos de menores e descreveram conseqüências como distúrbios alimentares, colapsos mentais, entre outros problemas, causados pelo método utilizado pelo treinador.


Volkers já está no Brasil há dois anos, como treinador do Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte. O acerto com Cielo ocorreu no início deste ano e tem como meta a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. Cielo vai atrás de novas medalhas olímpicas. Nos Jogos de Pequim, em 2008, ele foi campeão nos 50m livre bronze nos 100m livre. Já em Londres, em 2012, o brasileiro decepcionou e ficou com o bronze nos 50m livres, além do sexto lugar nos 100m livres.


Antes de vir ao Brasil, Volkers treinou a seleção australiana nas olimpíadas de 1992, 1996 e 2000. A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) acatou a decisão da entidade australiana e substituiu o treinador na viagem. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 14/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Técnico de Cielo é barrado em torneio na Austrália