Suspeito de ataque pode não ser interrogado, diz prefeito de Boston

Fonte BBC Brasil 21/04/2013 às 19h

 

Brasília – O prefeito de Boston, Tom Menino, disse hoje (21), em entrevista ao canal americano ABC, que as autoridades talvez não consigam interrogar o suspeito do ataque contra a maratona na cidade, Dzhokhar Tsarnaev, de 19 anos, capturado na noite de sexta-feira (19). "O irmão mais velho está morto agora. E temos um segundo [suspeito] no Hospital Beth Israel, em estado muito grave, e não sabemos se algum dia poderemos interrogar o indivíduo", disse Menino.

Dzhokhar Tsarnaev foi encontrado escondido em um barco guardado em um quintal no distrito de Watertown, perto de Boston. Ele foi capturado e levado para o Hospital Beth Israel Deaconess, em Boston, onde está sob vigilância de guardas armados.

O Grupo de Interrogatórios de Detidos de Alto Valor, uma agência de segurança norte-americana especializada em interrogatórios de suspeitos de terrorismo, está aguardando no hospital pela recuperação de Tsarnaev. O canal de televisão americano CBS News informou que investigadores disseram que o ferimento no pescoço do suspeito pode ter sido uma tentativa de suicídio de Tsarnaev.

A busca pelo segundo suspeito do atentado à bomba contra a Maratona de Boston começou na madrugada de sexta-feira, quando o jovem escapou à pé, aparentemente ferido, depois de um tiroteio com a polícia em que o outro suspeito, o irmão mais velho, Tamerlan Tsarnaev, foi morto.

As autoridades norte-americanas agora investigam se os dois irmãos que planejaram e executaram o ataque contra a maratona, que matou três pessoas e feriu mais de 170, tiveram algum tipo de ajuda ou se fariam mais ataques. O chefe de polícia de Boston, Edward Davis, disse acreditar que os dois planejavam mais ataques, pois tinham poder de fogo e explosivos para isso.

"Pessoalmente, acredito que eles estavam [planejando mais ataques]. Temos razões para acreditar, baseados em provas encontradas no local das explosões, os explosivos não detonados e o poder de fogo que eles tinham, que eles iriam atacar outros indivíduos", disse.

Promotores também estão no hospital de Boston onde Tsarnaev está internado. Eles tentam determinar quais as acusações o adolescente deverá enfrentar. "Eu, e acho que todos os profissionais responsáveis pela aplicação das leis, esperamos que o suspeito sobreviva, pois temos 1 milhão de perguntas e elas perguntas precisam de respostas", disse o governador de Massachusetts, Deval Patrick, no sábado.

Acredita-se que agora os agentes do FBI, a Polícia Federal norte-americana, devem focar as investigações em uma viagem de seis meses à Rússia feita pelo irmão mais velho de Dzhokhar, Tamerlan Tsarnaev.

BBC Brasil
Fonte BBC Brasil 21/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Suspeito de ataque pode não ser interrogado, diz prefeito de Boston