SUPERLIGA FEMININA 12/13: Sollys/Nestlé encerra série contra Vôlei Amil e está na final

Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 16/03/2013 às 9h

SUPERLIGA FEMININA 12/13:

 

Foto da notícia

Levantadora Fabíola (14) comemora ponto

 

RIO DE JANEIRO, 15.03.2013 – O Sollys/Nestlé (SP) está na final da Superliga feminina de vôlei 12/13. Nesta SEXTA-FEIRA (15.03), a equipe de Osasco (SP) venceu o Vôlei Amil (SP), que fez sua primeira participação no campeonato, por 3 sets a 0 (25/19, 25/16 e 25/20), em 1h33, e, após ter conseguido o resultado positivo no primeiro jogo, encerrou a série melhor de três válida pela semifinal. A partida foi disputada na Arena Amil, em Campinas (SP).

Já classificado para a grande decisão da Superliga 12/13, o Sollys/Nestlé, atual campeão espera o adversário, que sairá do confronto entre Unilever (RJ) e Sesi-SP. No primeiro jogo, em São Paulo (SP), o time carioca venceu por 3 sets a 1 e a segunda partida da série será neste SÁBADO (16.03), às 10h, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). O confronto terá transmissão ao vivo da TV Globo.

Nesta noite, o Sollys/Nestlé contou com boa distribuição de bola da levantadora Fabíola, que foi eleita a melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei. Com a função de colocar as jogadoras para aparecer em boas condições no ataque, Fabíola falou sobre a vitória na série semifinal.

“Jogo de voleibol é uma caixinha de surpresa. Em certas situações, uma jogadora está em um melhor momento e outra, não. Procuro, dentro do jogo, fazer com que todas joguem. Assim, em algumas vezes, eu consigo tirar uma jogadora de uma situação ruim. Estou muito feliz com essa final e o grupo esta de parabéns”, disse Fabíola

Maior pontuadora da partida, Fernanda Garay marcou 15 vezes. A ponteira, que chega à sua primeira final de Superliga, também comemorou o resultado. “A equipe esta de parabéns. Hoje já pisamos na quadra decididas a ganhar. Viemos com um espírito maravilhoso e acreditávamos muito nessa vitória. Estou muito feliz porque é um momento especial fazer a final, que vai ser a minha primeira”, ressaltou Fernanda Garay.

Outro destaque do atual campeão da Superliga, a ponteira Jaqueline elogiou o adversário da semifinal. “Sabíamos que seria um jogo complicado, pois do outro lado estava uma equipe experiente e um técnico que nos conhece muito bem. Mas suportamos bem a pressão e conseguimos fazer o nosso melhor jogo, vencer e chegar à decisão novamente. Entramos muito concentradas, focadas e a nossa postura foi fundamental para alcançarmos mais um objetivo, que era a vaga na final”, disse Jaqueline.

Pelo lado do Vôlei Amil, o técnico José Roberto Guimarães ressaltou a importância da torcida campineira. “Antes de mais nada, gostaria de agradecer a torcida de Campinas, que nos apoiou desde o primeiro dia. Esse entusiasmo foi crescendo, nos incentivando cada vez mais e hoje temos casa lotada. Peço desculpas por não termos feito um jogo melhor. Faltou um pouco de discernimento e paciência”, explicou o treinador, que lamentou o resultado.

“Fica a frustração por não termos tentado mais. Mas tivemos uma temporada difícil. Perdemos a Soninha desde o começo da competição e ela fez muita falta por ser uma jogadora com grande experiência, além da Fernandinha, que ficou fora dessa reta final. Mas temos que destacar que jogamos contra um time que é basicamente a seleção nacional”, mencionou José Roberto Guimarães.

O JOGO

O primeiro ponto do jogo foi do Sollys/Nestlé, com a ponteira Fernanda Garay. A equipe de Osasco seguiu na frente e fez 5/2. Contando com erros do Vôlei Amil, o Sollys/Nestlé chegou a colocar seis de vantagem: 9/3. Quando o adversário marcou 13/7, o técnico do time campineiro, José Roberto Guimarães, pediu tempo. No ace da central Larissa, que entrou para sacar, o Sollys/Nestlé chegou a oito de vantagem: 18/10. O Vôlei Amil marcou três pontos seguidos (20/15) e foi a vez de Luiozmar de Moura, treinador do time de Osasco, parar o jogo. Mas a equipe visitante seguiu sem maiores dificuldades e venceu por 25/19.

O segundo set começou mais equilibrado. As equipes empataram em três pontos, mas o Sollys/Nestlé abriu. Com dois pontos de saque consecutivos da oposto Sheilla, a equipe de Osasco fez 8/3. Com bom desempenho de Fernanda Garay, o atual campeão da Superliga seguiu pontuando bem e fez 14/7. O Vôlei Amil reagiu e reduziu a diferença para 14/11. No bloqueio da búlgara Vasileva, o time da casa fez o décimo quarto ponto (17/14). O Vôlei Amil não conseguiu manter o bom ritmo e o Sollys/Nestlé fechou em 25/16.

A levantadora Pri Heldes abriu o placar da terceira parcial com um ace. O início do set foi bem disputado, com o empate em 4/4. Assim como já havia acontecido, o Sollys/Nestlé começou a assegurar vantagem e, quando fez 7/4, José Roberto Guimarães pediu tempo. Com uma boa distribuição da levantadora Fabíola, o time visitante seguiu dominando o set (15/12). A equipe da casa buscou o placar e encostou em 16/15. O marcador seguiu próximo, mas com o Sollys/Nestlé em vantagem: 21/18. E, assim, o time de Osasco fechou em 25/20.

EQUIPES

VÔLEI AMIL – Pri Heldes, Ramirez, Walewska, Natasha, Vasilesa e Pri Daroit. Líbero – Suelen

Entraram – Rosamaria, Fernandinha, Rosane e Soninha

Técnico: José Roberto Guimarães

SOLLYS/NESTLÉ – Fabíola, Sheilla, Adenizia, Thaisa, Jaqueline e Fernanda Garay. Líbero – Camila Brait

Entraram – Larissa

Técnico: Luizomar de Moura

SUPERLIGA FEMININA 12/13

SEGUNDA RODADA DAS SEMIFINAIS

15.03 (SEXTA-FEIRA) – Vôlei Amil 0 x 3 Sollys/Nestlé (19/25, 16/25 e 20/25), em 1h33, na Arena Amil, em Campinas (SP)

TROFÉU VIVAVÔLEI – Fabíola (Sollys/Nestlé)

MAIOR PONTUADORA – Fernanda Garay (Sollys/Nestlé), com 15 pontos

16.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Unilever, às 10h, no ginásio do Maracañazinho, no Rio de Janeiro (RJ). TV Globo

ESCALA DE ARBITRAGEM:

http://www.cbv.com.br/v1/superliga/arquivos/044%20ESCALA%20DE%20ARBITRAGEM%202ª%20RODADA%20DAS%20SEMIFINAIS%20SUPERLIGA%20FEMININA%202012-2013.pdf

Assessoria de Comunicação - CBV
Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 16/03/2013 ás 9h

Compartilhe

SUPERLIGA FEMININA 12/13: Sollys/Nestlé encerra série contra Vôlei Amil e está na final