SUPERLIGA FEMININA 12/13: Em casa, Sollys/Nestlé larga na frente na série semifinal

Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 09/03/2013 às 15h

 

Foto da notícia

Sollys/Nestlé comemora a primeira vitória na série semifinal

 

OSASCO, 09.03.2013 – O Sollys/Nestlé (SP) começou bem a briga por um lugar na final da Superliga feminina de vôlei 12/13. Neste SÁBADO (09.03), a equipe de Osasco (SP) venceu o Vôlei Amil (SP), de virada, por 3 sets a 1 (22/25, 25/16, 25/10 e 25/20), em 1h58 de jogo, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), no primeiro confronto da série melhor de três das semifinais da competição.

A segunda partida da série entre as equipes acontecerá na próxima SEXTA-FEIRA (15.03), às 21h, na Arena Amil, em Campinas (SP). O SporTV transmitirá ao vivo.

A oposto Sheilla, da equipe de Osasco, foi a maior pontuadora da partida, com 19 acertos. Já a ponteira Jaqueline, também do Sollys/Nestlé, foi eleita a melhor jogadora do confronto e ficou com o Troféu VivaVôlei.

“Foi uma boa partida. O principal foi que jogamos com tranquilidade, depois de um primeiro set atípico. A equipe atuou muito bem taticamente e sempre contamos com o apoio da nossa torcida dentro deste ginásio. Conseguimos jogar soltas e o nosso jogo fluiu”, afirmou Jaqueline.

O treinador Luizomar de Moura, do Sollys/Nestlé, destacou o trabalho feito pela equipe de Osasco durante a semana que antecedeu o jogo.

“Tivemos uma semana muito legal. Estudamos muito a equipe delas e conseguimos apresentar o nosso voleibol. No primeiro e no quarto sets cometemos muitos erros de virada de bola, o que não pode acontecer. Agora temos que continuar o trabalho duro para o jogo da próxima semana em Campinas”, disse Luizomar.

Pelo lado do Vôlei Amil, a capitã Walewska lamentou a falta de tranquilidade da equipe campineira em momentos decisivos do jogo.

“Temos que jogar sem tanta responsabilidade. Conseguimos jogar bem em alguns momentos quando jogamos soltas e isso fez toda a diferença. A tranquilidade será fundamental em Campinas para mostrarmos o nosso jogo”, analisou a central campeã olímpica em Pequim (2008).

O JOGO

Numa bola de segunda da levantadora Priscila Heldes, o Vôlei Amil fez o primeiro ponto do jogo. O time campineiro tinha a vantagem de três no primeiro tempo técnico (8/5). O saque do Sollys/Nestlé passou a incomodar as visitantes, e a equipe da casa virou o marcador (11/10). O set ficou disputado ponto a ponto. Se aproveitando dos erros do time da casa, o Vôlei Amil abriu cinco (20/15). A levantadora Fabíola, do Sollys/Nestlé, conseguiu uma boa sequência de saques e a diferença caiu para um (23/22). No entanto, o Vôlei Amil segurou a vantagem e venceu o primeiro set por 25/22.

O Sollys/Nestlé fez os primeiros três pontos do segundo set (3/0). A equipe de Osasco seguiu melhor e abriu seis (12/6). As donas da casa foram para o segundo tempo técnico com sete de vantagem (16/9). As atuais campeãs da competição seguiram sem dar chances para a equipe campineira e venceram a parcial por 25/10.

O início do terceiro set foi marcado pelo equilíbrio. Com um ponto de bloqueio, o Sollys/Nestlé abriu dois (11/9). Se aproveitando dos erros de Campinas, o time da casa aumentou a diferença no marcador para seis (20/14). Com tranquilidade, as atuais campeãs da Superliga venceram o terceiro set por 25/16.

O Sollys/Nestlé manteve o bom momento no início do quarto set e fez 5/1. O saque de Osasco dificultava o passe da equipe campineira. A equipe da casa foi para o primeiro tempo técnico com cinco de vantagem (8/3). O Vôlei Amil cresceu de produção e a diferença caiu para um (13/12). No entanto, no final da parcial o bloqueio do Sollys/Nestlé voltou a funcionar e o time da casa venceu o set por 25/20 e o jogo por 3 sets a 1.

Unilever x Sesi-SP

A Unilever saiu na frente na série semifinal contra o Sesi-SP e venceu, de virada, a primeira partida da série por 3 sets a 1 (23/25, 25/17, 25/20 e 25/16), em 2h12 de jogo, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)

EQUIPES

SOLLYS/NESTLÉ – Fabíola, Sheilla, Jaqueline, Fernanda Garay, Adenízia e Thaisa. Líbero – Camila Brait

Entraram – Karine, Ivna e Larissa

Técnico – Luizomar de Moura

VÔLEI AMIL – Priscila Heldes, Daymi Ramirez, Vasileva, Priscila Daroit, Walewska e Natasha. Líbero – Suellen

Entraram – Rosamaria, Fernandinha, Soninha, Andressa e Rosane

Técnico – José Roberto Guimarães

SUPERLIGA FEMININA 12/13

PRIMEIRA RODADA DAS SEMIFINAIS

08.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesi-SP 1 x 3 Unilever (25/23, 25/17, 25/20 e 25/16), em 2h12 de jogo, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP).

TROFÉU VIVAVÔLEI: Natália (Unilever)

MAIOR PONTUADORA: Gabi (Unilever), com 19 pontos

09.03 (SÁBADO) – Sollys/Nestlé 3 x 1 Vôlei Amil (22/25, 25/10, 25/16 e 25/20), em 1h58 de jogo, no José Liberatti, em Osasco (SP). Globo

TROFÉU VIVAVÔLEI: Jaqueline (Sollys/Nestlé)

MAIOR PONTUADORA: Sheilla (Sollys/Nestlé), com 19 pontos

Assessoria de Comunicação - CBV
Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 09/03/2013 ás 15h

Compartilhe

SUPERLIGA FEMININA 12/13: Em casa, Sollys/Nestlé larga na frente na série semifinal