SUPERLIGA B: Alfa/Monte Cristo tenta levar voleibol goiano ao topo

Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 13/03/2013 às 20h

 

 

Foto da notícia

Alfa/Monte Cristo vai encarar o Olympico/Mart Minas/Uptime

 

RIO DE JANEIRO, 13.03.2013 – Depois de uma ótima campanha na fase classificatória da Superliga B 2013, com apenas uma derrota em 12 jogos, o Alfa/Monte Cristo (GO) chega à semifinal querendo repetir as boas atuações da primeira fase. O time de Goiás foi o primeiro colocado do Grupo A e na briga pela vaga na decisão vai enfrentar o Olympico/Mart Minas/Uptime (MG), que terminou na segunda posição do Grupo B. A outra semi será entre São José dos Campos (SP) e Climed/Atibaia (SP).

A primeira rodada da semifinal acontecerá na próxima SEGUNDA-FEIRA (18.03). Na quarta-feira (20), será realizada a segunda rodada. Se necessário, as partidas decisivas serão na sexta-feira (22). Todos os jogos serão transmitidos ao vivo pelo site da CBV. A grande decisão acontecerá no dia 25 (segunda-feira), com transmissão ao vivo do canal SporTV.

Técnico do Alfa/Monte Cristo, Paulo Henrique, faz um balanço sobre a Superliga B 2013, a campanha de seu time até aqui e fala das expectativas para as semifinais e para o futuro da equipe, após o fim do torneio. Confira:

A CAMPANHA:

“Nossa campanha na fase classificatória foi acima do que tínhamos planejado, com apenas uma derrota. A equipe cresceu muito durante a competição, melhorando o volume de jogo e acabou tendo esse resultado satisfatório.”

O DESTAQUE:

“O oposto Cris foi muito bem. Ele começou como reserva, mas entrou e apresentou bons saques e ataques e acabou virando titular. Mas o nosso forte foi a equipe toda. O grupo abraçou o projeto e surpreendemos em termos técnicos.”

O MELHOR JOGO:

“Na minha opinião, o melhor jogo foi a nossa única derrota na competição, contra o Brasil. O resultado negativo serviu para nos ensinar muita coisa e fez com que o time acordasse. No aspecto técnico, foi a vitória contra o Aprov/Unoesc/PMC (SC) em Saquarema (RJ). O time foi muito eficiente.”

A SUPERLIGA B:

“É uma competição bastante estruturada, com bom nível técnico e uma organização incontestável. O voleibol brasileiro precisava de uma competição como essa. São muitos profissionais com qualidade. Em Goiânia todos estão muito empolgados. Para ficar perfeito só falta sermos os campeões.”

O ADVERSÁRIO DA SEMIFINAL:

“O Olympico/Mart Minas/Uptime vai ser uma pedreira. O time tem uma molecada alta e com muito potencial. Eles fizeram bons jogos, não fazem muita firula, jogam simples, com a combinação bloqueio e saque muito pesada. O Leandro Dutra é um excelente treinador. Vamos entrar com muito respeito, vão ser excelentes jogos, mas não tem favorito.”

O FAVORITO:

“Não vejo um time favorito. Agora começa um outro campeonato, em que os times de um grupo não conhecem os do outro muito bem. Os resultados da fase classificatória mostram que não tem favorito.”

O SONHO DA SUPERLIGA:

“Para nós tem um significado enorme. Estamos trabalhando para conseguir esse resultado. O voleibol do centro-oeste estava praticamente enterrado. Vai ser um resultado incrível para todos, imprensa, público, atletas... É um sonho real, que estamos muitos dispostos a conseguir.”

Assessoria de Comunicação - CBV
Fonte Assessoria de Comunicação - CBV 13/03/2013 ás 20h

Compartilhe

SUPERLIGA B: Alfa/Monte Cristo tenta levar voleibol goiano ao topo