Síria: secretário-geral da ONU e ministro dos Negócios Estrangeiros russo pedem realização rápida de conferência

Fonte Lusa 17/05/2013 às 12h

 

Moscou - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, pediram hoje (17) a realização rápida de uma conferência internacional sobre a Síria com o objetivo de evitar mortes em decorrência dos conflitos na região.

De acordo com Ban Ki-moon, que também deve se encontrar o presidente russo, Vladimir Putin, a reunião com representantes de vários países deverá ocorrer "o mais depressa possível".

“Acredito que vamos conseguir realizar a conferência sobre a Síria rapidamente e que vamos sentar à mesa das negociações com todas as partes [em conflito]", disse ele, durante entrevista coletiva em Sotchi, região turística às margens do Mar Negro.

Na mesma entrevista coletiva, o ministro Lavrov disse não perceber indignação internacional motivada pelo fato de Moscou continuar cooperando militarmente com o regime do presidente sírio, Bashar Al Assad.

"Não percebo por que a imprensa dá tanta atenção a isto. Não escondemos que fornecemos armas à Síria, conforme contratos assinados, sem violar quaisquer acordos internacionais ou a nossa legislação", enfatizou.

Lavrov ressaltou que a Rússia fornece apenas armas defensivas, que não podem alterar o resultado dos 26 meses de conflito entre as forças de Assad e os rebeldes.

"Fornecemos essencialmente e, em primeiro lugar, armas defensivas relacionadas à defesa aérea", destacou. "Isso não pode, de maneira alguma, alterar o equilíbrio de forças nesta região ou dar qualquer vantagem à luta contra a oposição", acrescentou.

Lusa
Fonte Lusa 17/05/2013 ás 12h

Compartilhe

Síria: secretário-geral da ONU e ministro dos Negócios Estrangeiros russo pedem realização rápida de conferência