Sete candidatos deverão disputar eleições presidenciais na Venezuela

Fonte Agência Venezuelana de Notícias 12/03/2013 às 19h

 Brasília – Sete candidatos deverão disputar as eleições presidenciais de 14 de abril na Venezuela, informou o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), que recusou o registro de um dos postulantes, Gonzalo Contreras, por descumprimento de um dos requisitos legais para a candidatura: a apresentação do plano de governo.

Além do presidente interino Nicolás Maduro e do oposicionista Henrique Capriles, que perdeu a última eleição para Hugo Chávez, em outubro do ano passado, poderão concorrer ao cargo Eusebio Méndez, Reina Sequera, María Bolívar, Fredy Tabarquino e Julio Mora.

Apontado pelo próprio Chávez como seu futuro sucessor, Maduro entra na disputa com o apoio de 14 organizações. Principal nome da oposição, o governador do estado de Miranda, Henrique Capriles, é o candidato da Mesa da Unidade Democrática (MUD).

Nas eleições de 14 de abril, os venezuelanos escolherão seu presidente. Hugo Chávez, que foi eleito em outubro para o quarto mandato consecutivo, morreu no último dia 5, em Caracas. Ele não chegou a tomar posse do cargo na data prevista, 10 de janeiro, porque estava em Cuba para tratamento de câncer. Nicolás Maduro, que era o vice-presidente de Chávez, assumiu interinamente a chefia do governo.

Agência Venezuelana de Notícias
Fonte Agência Venezuelana de Notícias 12/03/2013 ás 19h

Compartilhe

Sete candidatos deverão disputar eleições presidenciais na Venezuela