Senadora anuncia que Farc enviarão provas de vida de reféns

Fonte ANSA FLASH 19/11/2009 às 0h
A senadora colombiana de oposição Piedad Córdoba informou que em breve serão divulgadas provas de vida dos reféns em poder do grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

"Em menos de uma semana [devem] chegar as provas de sobrevivência", disse ontem a parlamentar, que dirige a organização Colombianos pela Paz, que atua na mediação com a guerrilha pela libertação de reféns.

No entanto, a senadora não esclareceu se seriam apresentadas evidências de todos ou de apenas alguns dos 24 reféns com peso político sequestrados pelas Farc. "Espero que sejam de todos", disse.

Córdoba também falou sobre a atual crise que seu país enfrenta com os governos de Equador e Venezuela, devido às novas acusações das autoridades colombianas de que os países vizinhos teriam vínculos com as Farc.

"Ao invés de buscar colocar a culpa nos vizinhos, o mais importante é que a Colômbia resolva este problema [o conflito interno] que está abalando suas relações com a região", opinou.

Na última terça-feira, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, acusou o governo colombiano de "irresponsabilidade" por alegar que seu país mantém relações com as Farc e anunciou o congelamento das relações bilaterais.

Já Rafael Correa, mandatário do Equador, repudia as denúncias de que a guerrilha teria financiado sua campanha às eleições presidenciais de 2006. No último dia 17, autoridades colombianas divulgaram um vídeo no qual Jorge Briceño, líder militar das Farc, admite ter enviado dinheiro ao equatoriano.

A senadora também condenou a negociação militar entre Colômbia e Estados Unidos, que prevê o envio de tropas norte-americanas a bases colombianas. Esta opção "é um aprofundamento da guerra no país e uma violação à soberania e à dignidade nacional", afirmou.
ANSA FLASH
Fonte ANSA FLASH 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Senadora anuncia que Farc enviarão provas de vida de reféns