Senado assina cooperação técnica com Secretaria de Políticas para as Mulheres

Fonte Agência Senado 06/03/2013 às 15h

Senado assina cooperação técnica com Secretaria de Políticas para as Mulheres

O presidente do Senado, Renan Calheiros, e a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, assinaram nesta quarta-feira (6) acordo de cooperação técnica entre as duas instituições, para o intercâmbio de conhecimentos e troca de experiências na promoção dos direitos das mulheres. Também assinou o documento a diretora-geral do Senado, Doris Peixoto.

Entre as ações previstas, estão cursos de educação à distância e presencial sob a perspectiva de gênero; além da organização de seminários, conferências, simpósios e de publicações sobre o tema.

A assinatura do documento marcou a abertura da exposição “Cidadãs e a Constituição de 1988: lutas e conquista”. A mostra, que conta as lutas das mulheres brasileiras em busca de justiça, igualdade e direitos durante o processo de redemocratização do Brasil até os dias de hoje, está aberta ao público até o dia 31 de março nos espaços Senado Galeria e Ivandro Cunha Lima.

– A abertura desta exposição e o acordo de cooperação técnica são iniciativas modestas no sentido de valorizarmos cada vez mais o papel da mulher na sociedade – disse o presidente do Senado.

Antes da solenidade, Renan Calheiros recebeu, na sala de audiências da presidência, as agraciadas da edição 2013 do Diploma Mulher-Cidadã Bertha Lutz. A premiação tem o objetivo de homenagear mulheres que se destacam na luta pela transformação social e pela igualdade de gênero. São elas: a advogada Adélia Moreira Pessoa; a fundadora do Movimento Feminino pela Anistia, Amabília Pinho Almeida; a deputada federal Maria do Socorro Jô Moraes; a presidente da Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Afecc), Telma Dias Ayres, e a cofundadora da Comunidade Canção Nova, Luzia Santiago.

O presidente do Senado destacou a importância do papel da mulher na sociedade.

– As mulheres são vida em todos os sentidos à existência da sociedade. Não podem ser consideradas subalternas, haja vista a quantidade delas que ascendem aos mais altos níveis da administração empresarial nos dias atuais. Cumpre ressaltar, que a mais alta mandatária do país na atualidade é uma mulher, a presidente da Republica, Dilma Roussef – disse Renan.

 

Agência Senado
Fonte Agência Senado 06/03/2013 ás 15h

Compartilhe

Senado assina cooperação técnica com Secretaria de Políticas para as Mulheres