Secretário de obras do Distrito Federal garante que obras não serão paralisadas.

Fonte Agência Brasil. 03/12/2009 às 16h

O secretário de Obras do Distrito Federal, Jaime Alarcão, garantiu que "nenhuma obra foi nem será paralisada" em decorrência das denúncias envolvendo o governador José Roberto Arruda.

“São duas situações bastante diferenciadas. Uma relativa à crise e outra relacionada às ações do governo. As obras continuam sendo realizadas na mesma velocidade, cumprindo o plano de obras no mesmo ritmo que vinha antes do escândalo”, disse Alarcão hoje (3) à Agência Brasil.

O governo do Distrito Federal estima que estejam em execução cerca de 1,4 mil obras que vão desde reformas de escolas e quadras de esporte a construção de viadutos e obras em ruas, avenidas e rodovias.

Segundo ele, não há, no âmbito do GDF, “nenhuma obra parada”, ainda que uma ou outra obra de asfaltagem possa estar paralisada por causa de “problemas decorrentes da chuva, principalmente na base do asfalto”, afirmou o secretário.

“Não haverá problemas porque os recursos já são garantidos no momento da contratação”, garantiu. “Além disso somos constantemente fiscalizados pelo Ministério Público, Tribunal de Contas e pela corregedoria.”

Para Alarcão, a crise deixou as pessoas mais atentas e, com isso, sua secretaria aguarda "sem preocupação" uma nova frente de fiscalizações nas obras que estão sendo tocadas.

“Temos segurança do processo e estamos conscientes do problema, preparados para o caso de haver uma segunda frente de fiscalização, até por essas fiscalizações sempre terem feito parte de nossa rotina, que é tocada por servidores concursados”, argumentou.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) continua seguindo “a obrigação rotineira de acompanhar as obras do GDF” e, até o momento, segundo a assessoria do órgão, não recebeu notícias de interrupção das obras que vinham sendo realizadas.

Em caso de paralisação, cabe à presidência do TCDF determinar a representação de processo ao conselho do tribunal.
 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 03/12/2009 ás 16h

Compartilhe

Secretário de obras do Distrito Federal garante que obras não serão paralisadas.