Sarney diz que corte de salário de mais de 500 funcionários é para regularizar atividades na Casa

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse hoje (28) que o corte de salário dos funcionários da Casa que não fizerem o recadastramento anual é uma forma de regularizar a situação dos servidores. Ele voltou a dizer que os 503 funcionários que não fizeram – ou não concluíram – o recadastramento terão salário bloqueado até que se confirme sua situação.

“A minha tendência é de mandar suspender o salário”, disse. Dos 503 funcionários que terão salário cortado, 88 nem ao menos iniciaram o recadastramento. “Depois de suspender o pagamento, evidentemente, que os casos vão aparecer, quem é que está trabalhando e quem não está. O pagamento é uma maneira de a gente provocar imediatamente a regularização dos funcionários da casa”, disse.

Sarney disse que amanhã deverá receber relatório da Fundação Getulio Vargas com as recomendações de cortes na Casa, como parte da reforma administrativa.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Sarney diz que corte de salário de mais de 500 funcionários é para regularizar atividades na Casa