Saltadores do Centro de Excelência sobem ao pódio no GP Caixa/São Paulo de Atletismo

Fonte FPA 20/05/2013 às 10h
O Centro de Excelência Esportiva mostrou mais uma vez neste domingo (18) porque é um dos melhores projetos de formação do atletismo nacional. Dois saltadores do núcleo do Ibirapuera subiram no pódio do GP Internacional Caixa/São Paulo de Atletismo, último meeting do Brazilian Athletics Tour, principal circuito da modalidade na América Latina, disputado no Estádio Ícaro de Castro Mello, no Ibirapuera. Jonathan Henrique Silva foi prata no salto triplo, e Gor Nerkararyan terminou em segundo lugar no salto em distância.

Jonathan, que participou dos Jogos Olímpicos de Londres/2012, saltou 16,68m e superou atletas experientes como Jefferson Sabino (terceiro colocado, com 16,56) e Jadel Gregório (quarto, com 16,37m), ficando atrás apenas do cubano Ernesto Revé, atual líder do ranking mundial (17,46m) e vencedor do GP com a marca de 16,91m. O atleta natural de Varginha (MG) já havia conquistado o ouro no GP de Uberlândia (16,77m) e o bronze no GP Brasil de Belém (16,43m) e está atrás do índice para o Mundial de Moscou, que é de 16,85m.

"Hoje acabei acertando algumas coisas e errando outras, mas o índice tem que sair e espero que seja em breve", disse o jovem da equipe Orcampi/Unimed. "Ele acabou errando os dois primeiros saltos, mas depois conseguiu ajustar e saiu com um bom resultado. Estou satisfeito com a sequência dele, pois ele está mantendo uma média muito boa nos saltos, perto dos 16,70m. Ele precisa de pequenas correções, por exemplo, mais precisão na tábua, mas ele está bem para resultados mais expressivos", afirmou o técnico Nélio Moura.

Outros atletas do CEE também participaram da prova. Paulo Sérgio dos Santos (ARPA/SMEL/FLEX/CEE) ficou em quinto lugar (16,16m) e Bruno Valério de Souza (IMST/CEE) terminou em sétimo (15,21m).
Já no salto em distância, depois de ficar duas vezes em quarto lugar nos GPs de Belém e Uberlândia, o armeno Gor Nerkararyan (CEE São Paulo), que treina com Nélio Moura no núcleo do Ibirapuera, subiu ao pódio em segundo lugar, com a marca de 7,80m. Há poucos meses treinando na capital paulista, Gor acredita que encontrou o local mais adequado para obter sua qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio/2016.
"Treino em uma boa pista, com bons técnicos. Em pouco tempo no Brasil já cheguei aos 7,97m. Quero muito ir para a próxima Olimpíada. Estou em São Paulo, que já é bem próximo do Rio, e com essa estrutura acho que vou conseguir atingir minha meta", contou o atleta de 20 anos . "Ele se integrou rápido, passa o dia todo no Ibirapuera e está aprendendo muito. Hoje gostei bastante do resultado, em breve estará ainda melhor", contou Nélio Moura.
Tiago da Silva (Atletismo Americana/CEE), também participou da prova, mas acabou queimando todos os saltos. Contudo, deixou a pista do Estádio Ícaro de Castro Mello satisfeito. "Me senti melhor que o GPs de Belém, estava mais veloz. Apesar de queimar sempre caia próximo da marca dos 8 metros. Faltou acertar a última passada, agora é treinar mais o final de prova e pensar no Troféu Brasil", comentou o jovem. "Salto em distância é isso mesmo, tem que ter precisão. Ele está muito rápido, então é normal queimar. Mas o Tiago mostrou que está pronto para fazer um ótimo resultado, é só encaixar", explicou a treinadora Tânia Moura.
O vencedor do salto em distância foi Mauro Vinícius da Silva, o Duda, com 8,18m, que ratificou o índice para o Mundial de Moscou na Rússia (8,10m). Com isso, Duda encerrou os Meetings do Brazilian Athletics Tour com três ouros: em Belém (7,91m) e em Uberlândia (8,14 m).
Na prova mais rápida do atletismo, os 100m rasos, Vanusa Henrique dos Santos (ARPA/SMEL/FLEX/CEE) correu ao lado de Ana Claudia Lemos, Rosângela Santos e Franciela Krasucki e cruzou a linha de chegada em sétimo lugar (11s90). "Foi uma prova forte, mas estou voltando de lesão e por isso estou treinando leve ainda. Meu objetivo é chegar bem no Troféu Brasil, espero correr na casa dos 11s40, 11s45", explicou a velocista.
Atletas do CEE ajudam revezamentos do Brasil - O Centro de Excelência também marcou presença no Desafio Caixa São Paulo de Revezamento, realizado na manhã de sábado (17), e ajudou o Brasil a se credenciar para o Pan-Americano de Juvenis, marcado para agosto em Medellín (Colômbia).
Ricardo Mário de Souza (Orcampi/Unimed/CEE) fechou a prova dos 4x100m para a equipe do Brasil - Juvenil, que terminou em segundo lugar com o tempo de 40s17, ratificando o índice para a competição na Colômbia (40s24). A equipe Brasil "A" foi a campeã da prova (39s58) e o time do Brasil "B", que contou com a participação de Gustavo Machado (ADC Estrela de Guarulhos/CEE) ficou com o bronze, (40s43).
Já no 4x400m, Alexander Russo (Orcampi/Unimed/CEE) deu a largada para a equipe Brasil - Juvenil, que também ficou na segunda colocação da prova, com o tempo de 3min09s19, menos de um segundo da marca exigida (3min10s06).
Ana Cláudia confirma segundo índice para Moscou - Ana Claudia Lemos, recordista brasileira e sul-americana nos 100m (11s05), confirmou seu segundo índice para disputar o Mundial de Atletismo em Moscou (Rússia). A velocista da equipe BM&F/Bovespa já tinha o índice para os 100m e neste domingo conseguiu bater a marca exigida pela CBAt nos 200m de 22s78. A cearense cruzou a linha de chegada em terceiro lugar, mas o tempo de 22s61 foi suficiente para classificá-la. A prova foi vencida pela jamaicana Patricia Hall, com 22s51, novo recorde do GP (o anterior era 22.83, da também jamaicana Shelly-Ann Fraser), e em segundo lugar ficou a norte-americana Chauntae Bayne, com 22.57
Ana Claudia ainda conquistou o ouro nos 100m, correndo 11s34. A carioca Rosângela Santos foi a segunda, com 11.38, mesmo tempo da terceira colocada, Sheniqua Fergunson, das Bahamas.

FPA
Fonte FPA 20/05/2013 ás 10h

Compartilhe

Saltadores do Centro de Excelência sobem ao pódio no GP Caixa/São Paulo de Atletismo