Saiba como se tornar um membro da Rede Sentinela

Fonte Imprensa / Anvisa 15/04/2013 às 21h

 

As regras para o credencimento dos serviços de saúde na Rede Sentinela não sofreram alterações e qualquer estabelecimento de atenção à saúde pode entrar para a rede. Mesmo com o lançamento do Programa Nacional de Segurança do Paciente, inspirado no Sentinela, os estabelecimentos que cumprirem as regras do credenciamento poderão fazer parte da Rede.

A
Portaria nº 523/2012 define que é facultada a todo e qualquer estabelecimento de atenção à saúde solicitar credenciamento à Rede, em qualquer tempo, de acordo com o documento ‘Critérios para Credenciamento de Instituições na Rede Sentinela (Ano 2011)’. No mesmo documento, estão descritos os critérios a que todas as instituições estão sujeitas para permanência na Rede Sentinela.

“A participação na rede é voluntária, mas uma vez credenciadas, as instituições precisam atender aos critérios do perfil participante. Também é possível solicitar credenciamento em qualquer outro perfil, desde que a instituição apresente a documentação necessária”, destacou a coordenadora de Vigilância em Serviços Sentinela (CVISS) da Anvisa, Patrícia Fernanda Toledo Barbosa.


Conheça os perfis da Rede Sentinela:

> Participante: Existência e funcionamento da gerência de risco, com alimentação regular dos bancos de dados da Vigipós. É o perfil de entrada na Rede Sentinela, obrigatório para a permanência na mesma;

> Colaborador: Capacidade para desenvolvimento de estudos de interesse do Sistema de Saúde Brasileiro;

> Centro de Cooperação: Cooperação horizontal para atividades de formação de pessoal e educação continuada a outras instituições de saúde ou capacidade para desenvolvimento de material instrucional;

> Centro de Referência: Coordenação e ou supervisão de sub-redes com foco em temas ou tecnologias específicas.


Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail
cviss@anvisa.gov.br.

 

Imprensa / Anvisa
Fonte Imprensa / Anvisa 15/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Saiba como se tornar um membro da Rede Sentinela