Ruben Figueró pede usina separadora de gás no Mato Grosso do Sul

Fonte Agência Senado 25/02/2013 às 21h

O senador Ruben Figueró (PSDB-MS) pediu ao governo federal a instalação de uma separadora de gás para otimizar o aproveitamento dos mais de 100 subprodutos que são transportados pelo gasoduto Bolívia/Brasil. De acordo com o parlamentar, junto com o gás natural, entre outros subprodutos, vêm 520 mil toneladas de butano e propano, quantidade que, transformada industrialmente, seria suficiente para abastecer de gás de cozinha (gás liquefeito de petróleo, ou GLP) toda a região Centro-Oeste. No entanto, esse gás é simplesmente queimado nas regiões industriais.

- São milhões e milhões de dólares jogados fora anualmente, num processo que só podemos considerar irracional – afirmou da tribuna, nesta segunda-feira (25).

Atualmente, informou o parlamentar, todo o gás de cozinha utilizado no Brasil é proveniente da Argentina. Esse gás é transportado por via marítima até Santos (SP) e de lá abastece a região Centro-Oeste por meio de caminhões-tanque. De acordo com o senador, a importação do GLP custa ao país mais de R$ 100 milhões por ano, além do óleo diesel utilizado no transporte por via rodoviária.

Além do custo, acrescentou o parlamentar, o transporte representa um perigo para a população, uma vez que são feitas 45 mil viagens por ano, totalizando mais de 96 milhões de quilômetros rodados, com grande risco de acidentes para transportar as mais de 50 mil toneladas de GLP.

Ruben Figueró informou que o projeto de construção de uma usina separadora no Mato Grosso do Sul foi apresentado para os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, que a princípio manifestaram interesse. Mas apenas estudos de viabilidade foram efetuados.

De acordo com o senador, um dos motivos alegados pela Petrobras, no estudo realizado em meados dos anos 90, foi que a usina teria uma rentabilidade de 10% ao ano, mas sua viabilidade econômica precisaria de um retorno de 13, 5% ao ano.

- O mercado mudou, a economia está muito mais dinâmica. Será que não é hora de colocar a mão na massa e realizar novos estudos de viabilidade econômica? – perguntou o parlamentar.

 

Agência Senado
Fonte Agência Senado 25/02/2013 ás 21h

Compartilhe

Ruben Figueró pede usina separadora de gás no Mato Grosso do Sul