RN recebe Água Doce

Fonte Ascom - MMA 16/04/2013 às 9h

MMA realiza, nesta semana, curso de capacitação para a instalação de 68 sistemas de dessalinização no semiárido do Rio Grande do Norte

Entre os dias 17 e 19 de abril, o Rio Grande do Norte receberá a equipe do Programa Água Doce, do Ministério do Meio Ambiente (MMA), que realizará cursos de capacitação para a instalação de 68 sistemas de dessalinização na região. “Desde 2011, quando o programa passou a integrar o Plano Brasil sem Miséria, oito convênios já foram assinados, sendo que, com o da próxima semana, quatro já estarão em campo”, enfatiza o coordenador Nacional do Água Doce, Renato Saraiva Ferreira.

Em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e a sociedade civil, o programa tem por objetivo estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano, com a instalação desses sistemas de dessalinização nas comunidades mais carentes da região. Nos três dias da oficina de capacitação serão realizados diagnósticos socioambientais e técnicos nos 30 municípios do estado.

Aqueles com menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), altos percentuais de mortalidade infantil, baixos índices pluviométricos e com dificuldades de acesso aos recursos hídricos serão os primeiros a serem contemplados pelos planos. Assim como o Índice de Condição de Acesso à Água do Semiárido (ICAA), desenvolvido a partir do cruzamento dos indicadores citados acima.

Formulado em 2003, o programa Água Doce tem por meta beneficiar 2,5 milhões de moradores do semiárido brasileiro até 2019. Até o momento, cerca de 100 mil pessoas de 152 comunidades já tiveram acesso garantido à água potável. O programa também assumiu o compromisso de aplicar a metodologia na recuperação, implantação e gestão de 1,2 mil sistemas de dessalinização, com investimentos de R$ 168 milhões, beneficiando 480 mil pessoas até 2014.

Entre os principais parceiros destacam-se o BNDES, a Petrobrás, a Fundação Banco do Brasil, a Embrapa, a Universidade Federal de Campina Grande, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) e a Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais (CPRM). Os recursos estão disponíveis desde o ano passado.


AGUA DOCE

Ascom - MMA
Fonte Ascom - MMA 16/04/2013 ás 9h

Compartilhe

RN recebe Água Doce