Rio Grande do Sul libera recursos de R$ 89 milhões para inovação

Fonte Ascom do MCTI* 04/04/2013 às 21h

Rio Grande do Sul libera recursos de R$ 89 milhões para inovação

O governo do Rio Grande do Sul assinou, nesta quinta-feira (4), 15 editais de fomento a inovação, ciência e tecnologia no estado, com recursos de R$ 89 milhões. Além do governador Tarso Genro, a cerimônia, no Palácio Piratini, teve a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação em exercício, Luiz Antonio Rodrigues Elias, e do presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), Jorge Almeida Guimarães, além de representantes de universidades, empresas, polos e parques tecnológicos e comunidade acadêmica voltada à área de tecnologia.

 

Os editais são da Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (Scit) e Fundação de Amparo à Pesquisa no Rio Grande do Sul (Fapergs). Para o governador Tarso Genro, a política de ciência e inovação vai alavancar ainda mais o desenvolvimento econômico do estado e "representa uma visão programática, aliada com o governo federal, para transgredir os limites e tornar o Rio Grande do Sul a sociedade do conhecimento".

Segundo Tarso, o entrosamento do governo com a comunidade acadêmica possibilita o enfrentamento dos desafios do Rio Grande do Sul. "Em dois anos, já temos R$ 134 milhões pagos", contabilizou.

O ministro em exercício elogiou a política de desenvolvimento do estado, ressaltando o valor do investimento e a determinação em inovar. Lembrou o Plano Inova Empresa, que o governo federal lançou em março e envolve R$ 32,9 bilhões em recursos para a área. "O Rio Grande do Sul está acompanhando a estratégia nacional para a inovação tecnológica", disse Elias.

O secretário estadual da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Cleber Prodanov, destacou o volume de investimentos destes editais para fomentar as áreas estratégicas de desenvolvimento econômico. "Estamos anunciando não apenas recursos, mas a possibilidade de futuro, renda, emprego, diminuição das desigualdades sociais a partir da transferência de tecnologia e conhecimento." Segundo Prodanov, a área de ciência, inovação e tecnologia quebra paradigmas, trabalha com e para a sociedade. "Estamos trabalhando um projeto de sustentabilidade no estado."

Editais

Os recursos dos editais da Scit, num total de R$ 43,9 milhões, serão destinados para os programas Polos Tecnológicos (R$ 17 milhões), Parques Tecnológicos (R$ 14,7 milhões), Incubadoras de Base Tecnológica e Indústria Criativa (R$ 5,6 milhões), Rede Rio-Grandense de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (R$ 2,2 milhões) e Indústria Criativa (R$ 4,4 milhões).

Os editais da Fapergs contemplam um volume de recursos de R$ 45 milhões, voltados para programas de pesquisas, formação de recursos humanos, com bolsas de iniciação científica e pós-doutorado, fomento ao intercâmbio científico, tecnológico e artístico-cultural e programas na área de ciência e inovação.

 

*Com informações da Secom-RS

Ascom do MCTI*
Fonte Ascom do MCTI* 04/04/2013 ás 21h

Compartilhe

Rio Grande do Sul libera recursos de R$ 89 milhões para inovação