Rio de Janeiro lança concurso inédito de bordados

Fonte Agência Brasil 29/04/2013 às 20h

Rio de Janeiro - Começam amanhã (30) as inscrições para o concurso inédito de bordados. Promovido pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, a ideia é dar destaque, preservar e aprimorar o trabalho das bordadeiras fluminenses.

“Todos os municípios do Rio têm bordado. Nós identificamos como a atividade artesanal com maior presença no estado. Daí porque resolvemos fazer um concurso do bordado”, disse a subsecretária de Comércio e Serviços da sceretaria, Dulce Ângela Procópio.

As inscrições poderão ser feitas pelo site www.programadeartesanato.rj.gov.br até o dia 31 de maio. É preciso anexar uma foto do bordado concorrente.

Segundo a subsecretária, o bordado fluminense tem características peculiares que o diferenciam de outros artesanatos. Entre elas, o colorido, o ponto cheio e a diversidade de assuntos. “Consegue até aliar o humor ao romantismo. Você vê de tudo no bordado do estado do Rio”. Com o concurso, um dos objetivos é criar uma identidade para o bordado do estado.

O bordado e a costura são considerados ferramentas de geração de renda para artesãs de Barra Mansa e Pinheiral, por exemplo, que participam do Polo de Moda Sul Fluminense. O polo reúne cooperativas de artesãs de vários municípios, cujos produtos são, inclusive, vendidos para outros países. A secretaria constatou crescimento do número de famílias que vivem do artesanato. Em alguns casos, comunidades inteiras participam do processo de criação e confecção dos bordados. A atividade retrata ainda a independência dos artesãos. “Cada um faz [o bordado] no seu ritmo. A independência do artesão é muito grande”.

Dulce Ângela reforçou que o concurso auxilia na preservação das tradições culturais fluminenses e pesquisa histórica, estimulando mais pessoas a se envolverem na atividade. “Quanto mais você incentiva, mais pessoas vão estar fazendo o bordado”.

Na primeira etapa, as peças inscritas passarão por uma escolha popular pela internet. Depois, Dulce Ângela informou que os bordados ficarão, durante 30 dias, em uma exposição na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Dos 30 finalistas, um júri especializado escolherá os três melhores. Os vencedores serão anunciados no dia 27 de setembro. O prêmio é R$ 5 mil

“É a melhor maneira de divulgação que se tem. De um lado, você estimula o fazer e, com isso, mais pessoas estarão com possibilidade de ter maior renda própria, e não apenas os premiados serão beneficiados”, disse. A exposição abrangerá os 92 municípios fluminenses, frisou.

A primeira chamada, disse a subsecretária, é Bordadeiras, Inscrevam-se. Dulce Ângela acredita que mais importante que o próprio concurso é o movimento gerado pelo bordado do Rio.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/04/2013 ás 20h

Compartilhe

Rio de Janeiro lança concurso inédito de bordados