Rio Capital da Energia e Cidade Inteligente Búzios são destaque em seminário sobre energias renováveis

Fonte RCE 24/08/2014 às 20h
O programa Rio Capital da Energia, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Estado do Rio de Janeiro (Sedeis), e o projeto Cidade Inteligente Búzios, da concessionária de distribuição de energia Ampla, foram os destaques do 3º Seminário de Energias Renováveis e Eficiência Energética – Os desafios e soluções para o Brasil produzir mais com menos, promovido no dia 20 de agosto, no Centro Empresarial Rio, em Botafogo.

O evento reuniu ainda representantes da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Eletrobras, Itaipu Binacional, Supervia, Coppe/UFRJ e do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), entre outras companhias e instituições.

Maria Paula Martins, coordenadora do Rio Capital da Energia, apresentou os últimos números do programa. Atualmente, o Rio Capital da Energia conta com uma carteira de 66 projetos, que representam investimentos de cerca de R$ 2,2 bilhões. “Em março de 2012, quando formamos nossa primeira carteira, ela incluía 34 projetos que somavam R$ 400 mil”, lembrou Paula.

Reforçando os pilares que sustentam o Rio Capital da Energia – inovação, eficiência energética e sustentabilidade ambiental –, Maria Paula apresentou alguns dos projetos que integram o programa. Uma das iniciativas citadas pela executiva foi o projeto Gás Natural Renovável Dois Arcos, coordenado pela Ecometano e com partipação da Osafi Empreendimentos, que se destina à produção de biogás no aterro sanitário Dois Arcos, em São Pedro D’Aldeia, na Região dos Lagos, e que foi inaugurado no início deste mês. Além deste, Maria Paula exibiu ações de outros parceiros do programa, como Light, UTE Norte Fluminense, UFRJ, CEG e CEG Rio, Grupo Canabrava, Cepel/Eletrobras, Eletronuclear, entre outros.

Também integrante da carteira do Rio Capital da Energia, o Cidade Inteligente Búzios foi apresentado por Weules Correia, coordenador do projeto. Com investimentos de cerca de R$ 40 milhões, oriundos do programa de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), da própria Ampla e de outros patrocinadores, o programa foi iniciado em novembro de 2011 e deverá ser concluído em novembro próximo.

O Cidade Inteligente Búzios, lembrou Correia, engloba uma série de ações em diversas frentes. O conceito vai muito além da simples implantação da medição inteligente (smart grid). Envolve também automação da rede, telecomunicações, geração de energia por fontes renováveis, veículos elétricos, geração distribuída, iluminação pública e, sobretudo, a integração social e a gestão participativa pela população. “As pessoas assumem o papel de protagonistas do projeto”, reforçou o executivo.

Dentre as diversas iniciativas que fazem parte do projeto da Ampla, Correia destacou a implantação de painéis solares em locais de Búzios, como a Escola Municipal Darcy Ribeiro, a sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), bem como os mini aerogeradores eólicos instalados no Porto da Barra, em Manguinhos. As bicicletas elétricas que são utilizadas pela Guarda Municipal de Búzios também foram destaque, assim como o Aquatáxi – barco que transporta as pessoas entre diversas praias da cidade – movido à eletricidade.



Clique aqui para acessar a apresentação do programa Rio Capital da Energia.

Clique aqui para acessar a apresentação do projeto Cidade Inteligente Búzios.

RCE
Fonte RCE 24/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Rio Capital da Energia e Cidade Inteligente Búzios são destaque em seminário sobre energias renováveis