Reunião que antecede conclave conta com 113 dos 115 cardeais que votarão

Fonte Agência Brasil* 06/03/2013 às 14h

 

Brasília – O terceiro dia de reuniões do Colégio de Cardeais contou hoje (7) com a participação de 153 religiosos, dos quais 113 são eleitores no conclave (que elegerá o papa). Ainda não chegaram ao Vaticano os cardeais da Polônia e das Filipinas. Ambos são aguardados até o fim do dia, segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi. Segundo ele, não há pressa para definir a data de início do conclave.

O desejo dos cardeais, ressaltou Lombardi, é que a definição da data para o início do conclave ocorra após uma “preparação adequada, séria, profunda e não apressada”. Segundo ele, o sentimento que predomina entre os cardeais é que o papa seja eleito antes da Páscoa – no fim deste mês.

A reunião do Colégio de Cardeais ocorreu de manhã e começou com uma oração, depois vieram as saudações aos aniversariantes, entre eles o cardeal alemão Walter Kasper, que completou 80 anos, tornando-se o decano (mais antigo) entre os eleitores. No total, houve 18 intervenções.

Os cardeais discutiram a Igreja Católica Apostólica Romana no mundo atual e a necessidade de evangelização. Em seguida, conversaram sobre o perfil do sucessor do Bento XVI. De acordo com o porta-voz, o papa deve ter um perfil considerado adequado pelos cardeais e atender às expectativa dos fiéis.

A cobertura de imprensa do conclave envolve, pelo menos, 4.432 jonalistas credenciados, de 65 nacionalidades e 24 línguas. Por determinação do Vaticano, em decorrência do conclave, desde ontem a Capela Sistina está fechada ao público. Também estarão fechados para o público o Apartamento dos Borja e a Coleção de Arte Religiosa Moderna.

*Com informações da rádio do Vaticano

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 06/03/2013 ás 14h

Compartilhe

Reunião que antecede conclave conta com 113 dos 115 cardeais que votarão