Retomada do crescimento continua ao longo do ano, diz boletim econômico

Fonte Agência Brasil 24/04/2013 às 19h

 

 

Segundo técnicos do ministério, apesar das dificuldades que persistem no setor externo, as expectativas de mercado mostram que a tendência de expansão do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) deve continuar ao longo deste ano. Na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada pelo governo ao Congresso Nacional na semana passada, a estimativa do governo é 3,5%. Para o mercado financeiro, o crescimento deve ficar em 3%.

Os técnicos destacam também a redução da dívida líquida do setor público, de 36,4% do PIB, em 2011, para 35,1% no ano passado, mesmo com os incentivos para estimular a economia – as desonerações, que somaram R$ 44,5 bilhões em 2012. Para este ano, a previsão é que superem R$ 70 bilhões, quase 2% do PIB, acima do previsto inicialmente pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Outro dado relevante, na avaliação dos técnicos, é o que indica o investimento do setor público em Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), que passou de 2,6% do PIB em 2003 para 4,4% em 2012. O boletim destaca também o crescimento de 13,7% do investimento total do governo federal em 2012, em comparação com o ano anterior.

A publicação aborda ainda os investimentos no âmbito do Programa de Aceleração do Crestimento (PAC) 2, que aumentaram 40,3% no ano passado. “Isso se transforma em aumento da atividade econômica e da capacidade produtiva do país. Para 2013, a tendência é que o ritmo de crescimento dos investimentos continue”, ressalta o boletim.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 24/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Retomada do crescimento continua ao longo do ano, diz boletim econômico