Resultado das eleições mostram Senado italiano sem maioria definida

Fonte Ansa flash 25/02/2013 às 21h

Os resultados apontam para um empate entre as principais forças políticas do país

ROMA, 25 FEV (ANSA) - Os resultados definitivos das eleições gerais na Itália mostram um empate entre as principais forças políticas do país, além da falta de uma maioria na Câmara dos Deputados e no Senado para governar.

A coalizão de centro-direita do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, que as pesquisas apontavam como a possível grande derrotada dessas eleições, surpreendeu os analistas e conquistou a maioria relativa no Senado com 112 senadores.

A bancada de centro-esquerda de Pier Luigi Bersani, tida como a grande favorita, chegou em segundo lugar, com 105 senadores.

Em terceiro lugar, ficou o Movimento 5 Estrelas (M5S), do comediante Beppe Grillo, partido anti-sistema que deterá 64 senadores.

Já o partido do primeiro-ministro Mario Monti, Escolha Cívica, contará com 20 senadores.

O número de senadores necessário para ter a maioria é de 158, uma cota que nenhuma bancada conseguiu alcançar e que leva a Itália para um período de incertezas políticas.

Esses resultados também provocaram uma forte renovação na composição do Parlamento italiano. A grande maioria dos senadores do M5S, por exemplo, estão em sua primeira experiência política.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 25/02/2013 ás 21h

Compartilhe

Resultado das eleições mostram Senado italiano sem maioria definida