Restrições bancárias no Chipre podem terminar dentro de um mês, diz ministro

Fonte Agência Lusa 28/03/2013 às 14h

 

Brasília - As limitações ao movimento de capitais impostas no Chipre para evitar uma fuga de fundos poderão terminar dentro de um mês, disse hoje (28) o ministro cipriota dos Negócios Estrangeiros, Ioannis Kasoulides.

“As restrições poderão ser levantadas dentro de um mês caso tudo decorra tão bem como sucedeu hoje”, declarou Kasoulides em conferência de imprensa, em alusão à tranquila reabertura dos bancos, que estavam fechados desde 16 de março.

O governo cipriota, que na segunda-feira (25) negociou com os credores internacionais um plano de resgate no montante global de 17 bilhões de euros, impôs um limite de 300 euros para os saques diários e a proibição de viajar para o exterior com uma quantia superior a 1.000 euros.

Agência Lusa
Fonte Agência Lusa 28/03/2013 ás 14h

Compartilhe

Restrições bancárias no Chipre podem terminar dentro de um mês, diz ministro