Representante da União Europeia vai à Colômbia avaliar situação de refugiados internos

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O diretor-geral do Departamento de Ajuda Humanitária da Comissão Europeia (Echo), Peter Zangl, chega hoje à Colômbia, onde pretende acompanhar os projetos destinados aos refugiados colombianos realizados com o apoio da União Europeia.

Segundo informou a delegação da Comissão Europeia para a Colômbia e para o Equador, esta é a primeira visita de Zangl à América Latina e tem como objetivo principal "avaliar o desenvolvimento de projetos de ajuda humanitária que são realizados pela UE na Colômbia como parte de seu XIII Plano Global de Ajuda Humanitária".

Ainda segundo dados da Comissão Europeia, por meio de tal projeto, os europeus investiram 12 milhões de euros para atender as necessidades de 190 mil colombianos que deixaram suas casas para fugir dos conflitos causados por guerrilheiros, paramilitares e forças do país.

Zangl deve reunir-se com representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e de agências humanitárias locais, além de funcionários do governo do presidente Álvaro Uribe.

Um dos pontos que deve ser discutido nos encontros é a cifra real de refugiados colombianos, já que os dados oficiais não batem com os números de organizações não governamentais e de organismos vinculados à ONU.

O Departamento de Planejamento Nacional afirma que, entre 1998 e 2008, foram registrados 2.500.962 refugiados; já o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) diz que há cerca de três milhões, e a ONG Consultoria para os Direitos Humanos aponta, com dados de dezembro de 2007, que são 2.853.445 os refugiados.

De acordo com um relatório do Acnur, datado de 2006, a Colômbia é o segundo país com o maior número de refugiados, ficando atrás apenas do Sudão, onde seis milhões de pessoas fugiram da violência interna.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Representante da União Europeia vai à Colômbia avaliar situação de refugiados internos