Regularidade e organização na hora de estudar são as chaves do sucesso

Fonte Lead Comunicação 12/08/2016 às h

 

Por Matheus Kaiser*

 

Durante a vida escolar e especialmente no Ensino Médio, quando os estudantes estão se preparando para os vestibulares e ENEM, além de assistir às aulas e fazer os exercícios exigidos pelos professores, é muito importante que o aluno estude com regularidade para sistematizar e aprender os conteúdos trabalhados em sala de aula.

 

A prática de estudar sozinho merece a mesma dedicação e atenção dedicados ao ato de aprender na sala de aula. Mas a falta de organização está entre as maiores dificuldades enfrentadas pelos estudantes.

 

A dificuldade de se organizar atrapalha o bom desempenho dos estudantes, pois pode acarretar no acúmulo de conteúdos para estudar na véspera das provas. Além de não se apropriar do conteúdo da melhor maneira, o estudante ainda pode ficar ansioso.

 

Se organizar para estudar é também um 'conteúdo' para ser aprendido. No Colégio Marista de Brasília (Maristão), os alunos têm a oportunidade de aprender a se organizar nas 'orientações de estudo', que são encontros individuais realizados mediante agendamento, para conversar com a equipe da escola e receber informações sobre métodos e planejamento.

 

Neste atendimento individual e personalizado, os estudantes recebem orientações e elaboram uma grade horária, distribuindo suas atividades semanais de estudo, lazer e outras atividades. Também são orientados sobre os métodos mais adequados de estudo e tempo necessário. Esse atendimento proporciona a elevação do potencial do aluno.

 

Deve-se estudar sempre. A regularidade e a rotina favorecem o processo de aprendizagem. Também é recomendado diversificar os métodos: estudar em grupo, individualmente, pela internet, dando aulas, frequentando plantões, elaborando perguntas, entre outros.

 

A carga horária de estudo recomendada varia de acordo com a etapa de aprendizado e com o objetivo de cada aluno. No Ensino Médio, sugerimos cerca de 12 horas semanais para a 1ª série; 15 para a 2ª; e 18 para a 3ª série. Quem almeja passar nos cursos mais concorridos nos exames externos, provavelmente precisa estudar mais.

 

É importante realizar intervalos que favoreçam o hábito de estudos e preparem o aluno para a próxima disciplina a ser estudada. Porém, deve-se evitar atividades que tirem o foco. O período é para estudar, logo o intervalo não é para lazer.  As redes sociais, por exemplo, quando utilizadas para o estudo, ajudam bastante, mas têm um potencial grande de distração. A televisão, o computador, a cama também são elementos que podem dificultar o hábito saudável de estudo.

 

Não se preparar devidamente e aumentar as horas de estudo na véspera das provas geralmente não favorece a aprendizagem. A tendência é atrapalhar o processo. Na véspera da prova, o estudante bem preparado tem a possibilidade de reduzir a carga horária, pois a regularidade contribui significativamente para a tranquilidade e segurança acerca do conteúdo a ser cobrado.

 

Outro elemento que não pode ser negligenciado é a estabilidade emocional. O aluno que se prepara adequadamente geralmente não apresenta ansiedade, medo ou o “branco” na hora da avaliação. Estabelecer um método de estudo favorece a regularidade no processo de preparação, o sistematiza, diminui a ansiedade e potencializa a possibilidade de bons resultados.

 

*Matheus Kaiser é do Núcleo Psicopedagógico do Colégio Marista de Brasília, do Grupo Marista.

Lead Comunicação
Fonte Lead Comunicação 12/08/2016 ás h

Compartilhe

Regularidade e organização na hora de estudar são as chaves do sucesso