Registros de novas empresas crescem 5% em São Paulo

Fonte Agência Brasil 07/03/2013 às 7h

 

São Paulo – O número de empresas criadas no estado de São Paulo cresceu 5% em 2012 em comparação a 2011. De acordo com o balanço divulgado ontem (6) pela Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), foram registrados no ano passado 464 mil novos empreendimentos, contra 438 mil de 2011. A maior parte dos registros foi de microempreendedores individuais (MEI), que significaram quase 60% do total (275 mil empresas).

As atividades com maior número de registros foram comércio varejista, com 33,9 mil registros. Em seguida vem cabeleireiros, com 19,8 mil novos empreendimentos, e lanchonetes, com 11,3 mil empresas.

A expansão dos registros de novas empresas ocorre, segundo a Jucesp, devido à formalização de profissionais autônomos por meio das MEIs. O programa criado em 2009 permite a abertura de empresas de apenas uma pessoa, sem sócios. De 2011 para 2012, o número de novos microempreendedores individuais cresceu 16%.

Outro modelo que também ajuda a aumentar a formalização e, consequentemente, a quantidade de empresas registradas é a empresa individual de responsabilidade limitada (Eireli). Nesse formato, o empreendedor individual deve dispor de um capital equivalente a 100 salários mínimos (R$ 67.800) para, em contrapartida, ter seus bens protegidos no caso de dívidas contraídas pela empresa.

O registro como Eireli correspondeu a 8% do total de empresas criadas em 2012. O registro de empresas convencionais caiu, no entanto, 16% no ano passado.

A expectativa da Jucesp é que o número de registros de empresas individuais continue a crescer a curto e médio prazo. A entidade estima que existem no estado de São Paulo 3,5 milhões de empreendedores com o perfil de microempreendedor individual. Atualmente, 684 mil aderiram ao programa no estado.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 07/03/2013 ás 7h

Compartilhe

Registros de novas empresas crescem 5% em São Paulo