Reajuste de medicamentos depende de resolução do Cmed

Fonte Agência Brasil 29/03/2013 às 16h

 

Brasília – O reajuste nos preços dos medicamentos, previsto para entrar em vigor a partir de amanhã (30), ainda depende da publicação de uma resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) que autoriza a alteração nos valores. O documento, que deve ser editado no mês de abril, vai estabelecer, entre outros pontos, o teto para os reajustes.

No último dia 12, a Cmed editou resolução com as diretrizes que devem ser observadas pelo setor para o cálculo do reajuste anual. Pela regras editadas pela Cmed, a elevação nos preços vai levar em conta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acumulado entre março de 2011 e fevereiro de 2012; os ganhos de produtividades das empresas e o valor dos custos de produção.

Nos últimos 12 meses, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística (IBGE), ficou em 6,43%.

 

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 29/03/2013 ás 16h

Compartilhe

Reajuste de medicamentos depende de resolução do Cmed