Racionamento de água na Bahia atinge 96 municípios

Fonte Agência Brasil 19/04/2013 às 18h

 

Brasília – Já são 96 os municípios que adotaram com o racionamento de água no estado em decorrência da seca. Esperadas para o fim de março, as chuvas ainda não chegaram à maior parte dos municípios baianos, de acordo com a Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa).

Segundo a Embasa, em todo o Estado ocorre redução do nível de água em reservatórios. O lago formado pela Barragem da Tapera, encontra-se com 16% da sua capacidade total. A redução provocará nos próximos três meses um corte de 50% no abastecimento de água proveniente do reservatório.

No distrito de Cações, no município de Jaguaripe, o fornecimento de água se dará de forma alternada: Cações e Barreiras recebem água em um dia e Mutá e Pirajuia no outro. A Embasa manterá um esquema de distribuição de água por meio de carros-pipa para hospitais, escolas e creches de toda a região afetada pela seca em casos de emergência.

Segundo o gerente do escritório da Embasa em Itaparica, Ariosvaldo Gama, a distribuição de água tratada nesse regime é a única forma de garantir a continuidade do serviço até que volte a chover na região. "A população deve fazer o consumo racional da água, evitando desperdício e usos menos importantes como irrigação de jardins, lavagem de carros, calçadas, áreas externas, entre outros espaços", disse.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/04/2013 ás 18h

Compartilhe

Racionamento de água na Bahia atinge 96 municípios