Queda da inadimplência das empresas em setembro é a maior em 11 meses

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
Pela segunda vez seguida, o Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas apresentou queda de 2,6%, em setembro, sobre agosto último. Foi a maior redução dos últimos 11 meses, mas ainda assim o quadro de insolvência mantém-se 11,3% acima de setembro do ano passado. No acumulado do ano, a taxa aumentou 26,7% sobre igual período de 2008.

De acordo com a análise técnica da Serasa Experian, empresa e consultoria do setor privado, para a retomada das atividades em níveis anteriores à crise financeira internacional, as empresas dependem “não apenas do fortalecimento da economia, mas também da normalização da oferta de crédito”.

Na lista de pagamentos não honrados, os títulos protestados são maioria (41,6%), no acumulado desde janeiro. O total ficou ligeiramente abaixo do mesmo período do ano passado ( 41,9%), com valor médio de R$ 1.783,80 e 17,9% superior ao dos nove meses de 2008.

Os cheques sem fundos tiveram a mesma participação (38,9%), também no comparativo do acumulado, com valor médio de R$ l.579,34 , o que representa um aumento de 21,6% . As dívidas com os bancos tiveram participação de 19,5% ante 19,2%, com valor médio de R$ 4,563,54, 3,6% acima de igual período de 2008.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Queda da inadimplência das empresas em setembro é a maior em 11 meses