Quasar Cia. de Dança inicia celebrações pelos seus 25 anos

Fonte Funarte 02/03/2013 às 11h

 

Espetáculo “No Singular” é o primeiro da agenda. grupo goiano ganhou o Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna e participa da programação do Ano do Brasil em Portugal

"Quasar". Foto: Lu Barcelos - Chocolate Fotografias
"Quasar". Foto: Lu Barcelos - Chocolate Fotografias

Um novo espetáculo, um projeto cinematográfico e uma turnê internacional são as próximas atividades da Quasar Companhia de Dança, dando início aos festejos do seu aniversário de 25 anos, comemorado em 2013. As celebrações começam em Goiânia (GO), onde fica a sede da Companhia, com apresentação da montagem No Singular, nos dias 2 e 3 de março, no Teatro Sesi.

Vera Bicalho, diretora, e Henrique Rodovalho, diretor artístico da companhia, comemoram também a conquista do prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna / 2012. A premiação vai possibilitar a circulação, em Goiás e no Distrito Federal, dos quatro espetáculos mais recentes da companhia: “No Singular”, “Tão Próximo”, “Só tinha de Com Você” e “Céu na Boca”.

Também através através da Funarte/MinC, a Quasar participa do projeto Ano do Brasil em Portugal, promovido pelo governos das duas nações. O grupo foi o único em Goiás a ser selecionado para se apresentar na programação, em Portugal, que inclui a montagem “Céu na Boca”. Ela será apresentada nos dias 22 e 23 de maio, na cidade do Porto. “O apoio da Funarte/MinC vai viabilizar a extensão da turnê portuguesa, possibilitando mais duas apresentações, em Viseu, no Teatro Viriato, e no Funchal, na sede das Sociedades de Desenvolvimento, com o apoio dessas duas instituições”, destaca Vera Bicalho. “Em seu jubileu de prata, a Quasar continua sua obra e se reinventa, elaborando novos elementos, dentro de sua linguagem tão única”, acrescenta a diretora.

O espetáculo“No Singular” é o vigésimo trabalho coreografado por Henrique Rodovalho para a companhia e propõe um diálogo sobre o excesso e a velocidade de informações do mundo contemporâneo. O espetáculo reflete as interações humanas, em um mundo cada vez mais veloz –principalmente no que diz respeito à informação. Quadros rápidos são utilizados na coreografia. Nesta composição, no palco, surgem dez bailarinos. A proposta é transmitir, ao mesmo tempo, múltipla variedade e singularidade. Soma-se a isto o figurino, que muda sempre, durante todo o espetáculo, como um caleidoscópio, assinado por Cássio Brasil. O figurinista mora em São Paulo e já vem trabalhando com a companhia desde 2005. O desenho de luz fica a cargo de Henrique Rodovalho, que também fez a cenografia em parceria com Shell Jr.

“Diante da multiplicidade e da simultaneidade das informações que nos são oferecidas hoje, e principalmente diante das relações com o conhecimento, que se estabeleceram a partir disto, comecei a criar o novo espetáculo da Quasar”, explica Henrique Rodovalho. De acordo com o coreógrafo, este é um território um pouco diferente para a companhia. Segundo o artista, e transformou-se em um desafio tratar de inúmeras informações, que mudam e se transformam, instantaneamente, de várias formas e velocidades, e usar isto, na concepção dos movimentos, do figurino, da luz e até da trilha sonora, e sem deixar de lado uma identidade já construída, nos 25 anos do coletivo.

Como a coreografia e o figurino, a trilha sonora também é como um mosaico. Ela inclui sons corporais, emitidos pelos próprios bailarinos. Em cada cidade por onde passar o espetáculo, um músico será convidado. Em Goiânia, a cantora Grace Carvalho aceitou o desafio.

O aproveitamento dos diversos recursos do corpo, que caracteriza a Quasar, está presente em “No Singular”. Segundo os diretores do grupo, foi esta fisicalidade que levou a comunidade da dança a considerar a Quasar uma das mais importantes do Brasil e deu a ela reconhecimento internacional. No espetáculo, a companhia busca imprimir uma energia pulsante de movimento, acompanhada de humor e irreverência. O grupo explica que estes recursos são utilizados como uma espécie de “dinâmica cênica”, interferindo ou contribuindo nas ações do espetáculo, a cada instante.

“No Singular”
Espetáculo integrante das comemorações do jubileu de prata da Quasar Cia. de Dança (GO)
2 e 3 de março de 2013, sábado e domingoHorários: sábado às 21 horas; domingo, às 20 horasTeatro Sesi-GoiásGoiânia (GO)Ingressos à venda das 9h às 21h, somente na bilheteria do teatroPreço: R$ 40. Meia-entrada: R$20

Direção Geral: Vera Bicalho. Direção Artística: Henrique Rodovalho. Direção de Ensaio: Daniel Calvet
Bailarinos: Andrey Alves, Carolina Ribeiro, Daniel Calvet, João Paulo Gross, José Villaça, Marcos Buiati, Martha Cano, Paula Machado e Valeska Gonçalves. Bailarina convidada: Lunna Gomes. Bailarina estagiária: Flora MariaCantora convidada: Grace Carvalho. Coreografia: Henrique Rodovalho. Figurino: Cássio Brasil. Cenário: Shell Jr. e Henrique Rodovalho. Desenho de luz: Henrique Rodovalho. Trilha sonora: Yello, Eliza Dollite, Camille, Tricky, Gal Costa, Pogo, Sylvain Chauveau, Boozoo Bajou, Luciano Perrone, Kassin, Hendrik Lorenzen, Cassandra Wils, Coeur de Pirate, Matmos, Gal Costa e Céu. Fotos: Rubens Cerqueira – Let it Shine. Montagem e operação de luz: Sergio Galvão. Cenotécnico: Junior Leite. Produção: Giselle Carvalho. Assistente de produção: Ana Rita Lima. Projetos Internacionais: Larissa Mundim.

Mais informações: http://quasarciadedanca.com.br/

Funarte
Fonte Funarte 02/03/2013 ás 11h

Compartilhe

Quasar Cia. de Dança inicia celebrações pelos seus 25 anos