Quanto dura um rinoceronte?

Fonte Communica Brasil 21/05/2012 às 16h

Quanto dura um rinoceronte?

A Editora Peirópolis lança, este mês, o livro Quanto dura um rinoceronte?, da escritora e bióloga Nurit Bensusan, com ilustrações de Taisa Borges. A obra, cujo texto foi inspirado no verso ´Quanto dura um rinoceronte depois de ser enternecido?’, do poeta chileno Pablo Neruda, apresenta um questionamento sobre os desafios de um rinoceronte diante das dificuldades vividas pela espécie em seu habitat.

Segundo Nurit, a necessidade de entender o significado do verso de Neruda, um mistério para ela desde sua infância, foi o ponto de partida para a criação do texto. “´Enternecer´ no dicionário significa comover, emocionar e tocar. Para entendê-lo resolvi criar Quanto dura um rinoceronte?, afirma Nurit.

As perguntas feitas ao longo da obra são esclarecidas por meio de curiosidades e dados sobre as mais variadas espécies de rinocerontes, como o rinoceronte-branco, o rinoceronte-de-java e o extinto rinoceronte-lanudo.

Bióloga engajada nas questões ambientais, a escritora Nurit Bensusan reforça também a importância da consciência ambiental através de dicas e soluções para a sobrevivência das atuais espécies de rinocerontes. Já para Taisa Borges, ilustradora do livro, coube a tarefa de captar a essência e a beleza de cada um dos animais por meio de seu tracejado forte e elementos que enriquecem a história.

Sobre a autora:

É uma ex-humana. Diante dos descalabros constantes de nossa espécie, desistiu de ser Homo sapiens e, no momento, escreve livros de popularização da ciência, cria jogos com temas biológicos e fica inventando moda, como o Biotrix (www.biotrix.com.br) e a Biolúdica (www.biolúdica.com.br). Além disso, mantém um blog, Nosso planeta (http://oglobo.globo.com/blogs/nossoplaneta), que contribui para conectar biodiversidade, cultura e ciência. Pela Editora Peirópolis, já publicou três títulos: Meio ambiente: e eu com isso?, Seria melhor mandar ladrilhar? E Biodiversidade: para comer, vestir ou passar no cabelo?.

Sobre a ilustradora:

Desde criança, Taisa Borges gosta de contar histórias. A menina faladeira foi percebendo que as palavras não eram suficientes para expressar-se. Quando pintou seu primeiro quadro, se deu conta de que uma imagem“esconde” inúmeras palavras. Desde então, Taisa fala pouco e conta muitas histórias.

 

Depois de graduar-se em Artes Plásticas, estudou artes e desenho de moda em Paris. De volta a São Paulo, desenvolveu estampas e trabalhou com design gráfico. Hoje, a artista plástica dedica-se à ilustração infantil. É autora dos quatro livros que integram a coleção “Livro de imagem”, da Editora Peirópolis.

Para conhecer mais o trabalho de Taisa Borges, navegue pelo site da autora: http://taisaborges.com, que mostra imagens de três vertentes de seu trabalho.

Sobre a Editora Peirópolis

Criada em 1994, aEditora Peirópolis tem como missão contribuir para a construção de um mundo mais solidário, justo e harmônico, publicando literatura que ofereça novas perspectivas para a compreensão do ser humano e do seu papel no planeta. Suas linhas editoriais oferecem formas renovadas de trabalhar temas como ética, cidadania, pluralidade cultural, desenvolvimento social, ecologia e meio ambiente – por meio de uma visão transdisciplinar e integrada. Além disso, é pioneira em coleções dedicadas à literatura indígena, à mitologia africana e ao folclore brasileiro. A editora está afinada com os propósitos do terceiro setor, participando ativamente do crescente movimento de sua profissionalização. Para saber mais sobre a Peirópolis, acesse www.editorapeiropolis.com.br

Communica Brasil
Fonte Communica Brasil 21/05/2012 ás 16h

Compartilhe

Quanto dura um rinoceronte?