Pyongyang não enviará católicos a missa do Papa

Fonte ANSA 05/08/2014 às 21h

Francisco fará uma visita à Coreia do Sul entre os dias 14 e 18

05 Agosto, 16:00•ROMA•ZBF

(ANSA) - A Coreia do Norte rejeitou um convite da arquidiocese de Seul e não enviará nenhum católico à missa que o papa Francisco celebrará na Catedral Myeongdong no próximo dia 18 de agosto, informou a agência Asianews. De acordo com a imprensa, em uma carta, a Associação de Católicos Norte-Coreanos, organismo criado pelo líder Kim Il-sung, acusa a Coreia do Sul de "não ter cancelado os exercícios militares conjuntos com os Estados Unidos, gesto que torna impossível a visita".

Segundo um funcionário da Conferência Episcopal Sul-Coreana, "esta carta significa que a Coreia do Norte acha difícil aceitar o convite e gerenciar a questão".

O convite foi feito pela arquidiocese de Seul ao governo de Pyongyang no último dia 26 de maio, e depois repetido nos dias sucessivos. A esperança era de que uma delegação norte-coreana participasse da missa celebrada por Francisco pela reconciliação e paz entre as duas penínsulas. A associação norte-coreana diz ter três mil católicos inscritos na entidade, mas fontes da agência Asianews afirmam que o número não passa de 800, sendo que a maioria dos católicos são pessoas idosas, batizadas antes da Guerra das Coreias, em 1950, e que não têm possibilidade de praticar a fé. Jorge Mario Bergoglio irá visitar a Coreia do Sul entre os dias 14 e 18 do mês que vem, datas que coincidem com a realização da VI Jornada Asiática da Juventude, em Daejeon.
http://www.papafrancesconewsapp.com/por/ (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 05/08/2014 ás 21h

Compartilhe

Pyongyang não enviará católicos a missa do Papa