Publicitário Marcos Valério recorre da sentença do STF no processo do mensalão

Fonte Agência Brasil 01/05/2013 às 17h

 

Brasília – Condenado a mais de 40 anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão, o publicitário mineiro Marcos Valério recorreu hoje (1º) à Suprema Corte. Valério é considerado o principal articulador do esquema e foi o primeiro réu cuja fixação de pena foi concluída pelo STF na reta final do julgamento da ação penal.

No recurso, assinado pelo advogado Marcelo Leonardo, são apresentados 11 embargos de declaração (recurso pelo qual uma das partes de um processo judicial pede revisão de aspectos de uma decisão proferida, por considerar que houve omissão ou contradição).

Ontem (30), o ex-sócio de Valério, o publicitário Cristiano Paz também recorreu ao STF, pedindo a anulação do acórdão, alegando que o texto está incompleto. O acórdão, com mais de 8,4 mil páginas, foi publicado em 15 de abril com as principais decisões, votos e discussões do julgamento.

Cristiano Paz foi condenado a 25 anos, 11 meses e 20 dias de prisão - a terceira maior pena na Ação Penal 470 - além de multa superior a R$ 2,5 milhões, pelos crimes de corrupção ativa, lavagem de dinheiro, peculato e formação de quadrilha.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 01/05/2013 ás 17h

Compartilhe

Publicitário Marcos Valério recorre da sentença do STF no processo do mensalão