Proposta orçamentária para 2015 é apresentada

Fonte Secretaria de Comunicação da UnB 24/08/2014 às 19h
Destinação de recursos para capacitação de servidores deve triplicar.

Em reunião do Conselho de Administração, realizada nesta quinta-feira (21), o decano de Planejamento e Orçamento (DPO), César Augusto Tibúrcio Silva, apresentou os principais números da proposta orçamentária para o próximo ano.

O gestor destacou a redução dos recursos próprios da instituição. A arrecadação que somava cerca de R$ 400 milhões em 2014 deve encurtar-se em quase 27%, chegando ao montante de R$293 milhões em 2015. “Essa redução se deve à saída do Cespe”, explicou.

Em contrapartida, o afastamento do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos deve contribuir para a redução de gastos da instituição. A estimativa é de que as despesas correntes caiam de R$ 500 milhões para R$ 412 milhões no próximo ano.

Já os recursos provenientes do tesouro nacional devem aumentar de R$ 1,153 bilhões para R$ 1,295 bilhões em 2015. De acordo com o decano, este valor, pode ser alterado. “É importante fazermos esta ressalva, pois ontem mesmo alteramos esta apresentação em resposta à informação de um reajuste, para mais, de valor”, relatou.

O investimento em capacitação de servidores dará um salto significativo. De acordo com o gestor do Decanto de Planejamento e Orçamento (DPO), a universidade deve aplicar três vezes mais em qualificação de pessoal. Os valores sobem de R$ 500 mil, gastos em 2014, para R$ 1,5 milhões em 2015. A instituição investirá parte dessa verba em cursos de especialização. “A Câmara de Tecnologia aprovou a criação de especializações para qualificar funcionários de três decanatos. Nós temos uma série de ações nesse sentido”, disse.

O decano também destacou o aumento da arrecadação a partir da Matriz-Andifes, que teve um reajuste de quase 14%, chegando a R$ 87 milhões de reais para a UnB. “Em termos de evolução é bastante razoável, tendo em vista que nos anos anteriores o volume da matriz estava crescendo basicamente a inflação, 6%”, avalia. Para o reitor Ivan Camargo, o crescimento ainda não é satisfatório. “Acredito que foi uma ação positiva, mas ainda estamos longe do equilíbrio”, pontuou.

MORADIA – A decana Denise Bomtempo, gestora do Decanato de Assuntos Comunitários (DAC), anunciou aos conselheiros que durante as próximas semanas o DAC entregará unidades da Casa do Estudante Universitário (CEU) a inscritos no programa de assistência estudantil . “Estamos finalizando o processo de alocação das mobílias”, disse.

De acordo com a gestora, 60 estudantes que recebem o auxílio moradia em regime de pecúnia se inscreveram no edital da assistência e serão os primeiros moradores da CEU reformada.

NOVOS SERVIDORES – A UnB deve receber nos próximos 30 dias, uma equipe de 50 profissionais, que ingressam na instituição por meio de concurso público. “Dessa leva, vários serão encaminhados às secretarias de pós-graduações, para substituir os Sicapes ou para compor o quadro defasado das unidades”, afirmou Gardênia Abbad, decana de Gestão de Pessoas (DGP). Na ocasião, a decana também informou que até o término do período eleitoral serão lançados editais com 150 vagas para nível superior.
Secretaria de Comunicação da UnB
Fonte Secretaria de Comunicação da UnB 24/08/2014 ás 19h

Compartilhe

Proposta orçamentária para 2015 é apresentada