Promon Engenharia participa do empreendimento de mineração da canadense Largo Resources

Fonte TV1RP 01/04/2013 às 7h

O projeto Vanádio de Maracás, desenvolvido pela Promon Engenharia, foi reconhecido na categoria Latin America Mining Deal of the Year, em cerimônia realizada em Nova Iorque, no início de março.

São Paulo, 27 de março de 2013 - O projeto Vanádio de Maracás, primeira planta de pentóxido de vanádio do Brasil, que está sendo executado pela Promon Engenharia na modalidade EPCM (Engineering, Procurement and Construction Management) para a empresa júnior canadense Largo Resources, desde 2011, no município de Maracás (BA), é mais um exemplo das competências e da abrangência de atuação da Promon, tornando-se uma referência no setor de mineração. O projeto foi considerado o negócio de mineração do ano da América Latina ao conquistar o prêmio Project Finance Deal of the Year, categoria Latin American Mining Deal of the Year, concedido pela Euromoney.

Merece destaque o fato de o projeto greenfield ser um dos primeiros fechados no Brasil na modalidade project finance non-recourse, ou seja, sem a apresentação de garantias pelos acionistas ou donos do projeto. Desse financiamento de longo prazo, contratado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no montante de R$ 333 milhões, participaram o Banco Itaú BBA, líder da transação, o Bradesco e o Banco Votorantim, como garantidores e responsáveis tanto pela estruturação do financiamento quanto do “empréstimo-ponte” de R$ 56 milhões à empresa Vanádio de Maracás S/A. Adicionalmente, o Itaú BBA coordenou o levantamento de recursos junto a investidores internacionais, compondo a parcela de equity do projeto, no valor de R$ 118 milhões.

A participação da Promon Engenharia nesse projeto vai muito além dos serviços normalmente oferecidos pelas empresas de engenharia. “Ao nos envolvermos com o negócio desde os primeiros estágios de desenvolvimento, nossa atuação se estendeu para muito além dos estudos para definição do CapEx e do EPCM que estamos atualmente liderando. Contribuímos com a Largo na interação com investidores e na relação e estruturação do financiamento com os bancos trazendo uma visão objetiva dos desafios e riscos inerentes à implantação do projeto. A experiência prática e histórico de sucesso da Promon foram elementos de grande valia nas negociações”, afirma Felipe Lima, diretor executivo e CFO do Grupo Promon.

Além de modalidades contratuais que se estendem do EPCM, EPC (Engineering, Procurement and Construction) e processos ambientais (avaliação, licenciamento, entre outros), a Promon Engenharia oferece a avaliação do investimento e do risco do projeto e o suporte para questões regulatórias e obtenção de financiamento. “A nossa visão sistêmica para a sustentabilidade do empreendimento também envolve meio ambiente e aspectos sociais, além da avaliação, implementação e gestão da logística associada aos projetos de mineração”, informa Álvaro Bragança, diretor de negócios de mineração e metalurgia da Promon Engenharia.

“Estamos orgulhosos pela premiação da Largo Resources e pela nossa atuação nesse projeto. Ele reflete o sucesso da visão inovadora e estratégica da Promon de participar, desde o início, de todo o ciclo de desenvolvimento do empreendimento e, desta forma, atender às necessidades específicas do cliente com outros serviços de nossa expertise”, finaliza Lima.

Sobre a Promon Engenharia - www.promonengenharia.com.br

Fundada em 1960, a Promon Engenharia, pertencente ao Grupo Promon, é uma empresa brasileira reconhecida por sua competência em engenharia, gerenciamento de empreendimentos e forte capacidade empreendedora. Sua atuação abrange prioritariamente projeto, integração e implementação de soluções complexas de infraestrutura para setores-chave da economia. Entre eles, destacam-se mineração e metalurgia, energia elétrica, óleo & gás, indústrias de processo e química e petroquímica.
Em seus 52 anos de atividade, a Promon Engenharia desenvolveu um dos mais expressivos conjuntos de projetos já realizados por uma empresa nacional nas áreas de infraestrutura. Neste período, participou de iniciativas que trouxeram impactos diretos para o desenvolvimento do país, como a construção de refinarias de petróleo, unidades petroquímicas, terminais marítimos, usinas geradoras de energia e seus sistemas de transmissão, plantas siderúrgicas e de mineração, indústrias automotiva e aeronáutica, implantação de redes de telefonia, edificações comerciais, além de grandes projetos ferroviários, rodoviários e de transportes urbanos.
O destaque como "Empresa do Ano", conquistado pelo Grupo Promon, na edição de 2011 do anuário "Melhores e Maiores" da revista Exame, a presença constante do Grupo nos rankings das melhores empresas para se trabalhar e das empresas-modelo em sustentabilidade empresarial, o reconhecimento de hors-concours no prêmio "Top Of Mind" do Project Management Institute - PMI, conquistas como os Prêmios "MAKE - Most Admired Knowledge Enterprises" e "PMO do Ano 2012", além do Prêmio Nacional da Qualidade da Fundação Nacional da Qualidade, em 2007, demonstram a solidez de suas práticas de gestão e o sucesso do modelo empresarial do Grupo.

TV1RP
Fonte TV1RP 01/04/2013 ás 7h

Compartilhe

Promon Engenharia participa do empreendimento de mineração da canadense Largo Resources