Produção de petróleo em janeiro cai quase 8% com interrupção em poços da Bacia de Campos

Fonte Agência Brasil 07/03/2013 às 17h

 

Rio de Janeiro - A produção brasileira de petróleo teve, em janeiro, uma redução de 7,9% em relação ao mesmo período do ano passado, divulgou hoje (7) a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Foram produzidos 2,054 milhões de barris por dia em janeiro, o que representou uma queda de 2,4% ante dezembro de 2012.

De acordo com a ANP, os principais motivos para a queda na produção de petróleo foram a interrupção do sistema de produção antecipada nos campos de Baúna e Piracaba, na Bacia de Campos, para a implantação do sistema definitivo, e o fim do teste de longa duração do antigo Bloco C-M-401, atuais campos de Tartaruga Mestiça e Tartaruga Verde, também na Bacia de Campos.

A produção de gás natural teve um leve recuo de 0,4% ante dezembro de 2012, e a queima de gás caiu 9,8% no primeiro mês de 2013. Já nas comparações com janeiro de 2012, a produção subiu 6,6%, mas a queima retrocedeu 13,2%. A produção de janeiro foi 7,59 milhões de metros cúbicos por dia.

O pré-sal produziu 320 mil barris de óleo equivalente por dia, com média diária de 264 mil barris de óleo e 8,9 milhões de metros cúbicos de gás natural, resultado obtido com o início da produção no Campo de Sapinhoá.

A produção brasileira de janeiro contou com mais de 9 mil poços de petróleo e gás, sendo 8.294 terrestres e 776 marítimos. Apesar disso, os campos marítimos foram responsáveis por 91,3% da produção de petróleo e 77,1% da de gás natural. Do total, 93,8% foram produzidos pela Petrobras, sendo o Campo Marlim Sul, na Bacia de Campos, o maior produtor, e a plataforma P-56, localizada nele, a mais produtiva.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 07/03/2013 ás 17h

Compartilhe

Produção de petróleo em janeiro cai quase 8% com interrupção em poços da Bacia de Campos