Processo de desmame é natural e deve ser escolha do bebê

Fonte Blog da Saúde 08/08/2014 às 10h
O leite materno protege e diminui o risco da criança desenvolver doenças crônicas. Há evidências de que o aleitamento contribui para o desenvolvimento cognitivo e, por isso, crianças amamentadas com leite materno tendem a ser mais inteligentes. A amamentação é recomendada até os dois anos de idade ou mais.

É comum que a criança, aos poucos, com a ingestão de novos alimentos, perca o interesse pela mama. O desmame é um processo natural definido pela mãe e pelo bebê. No desmame natural, a criança se autodesmama, o que pode ocorrer em diferentes idades, em média entre os dois e quatro anos.

Luciana Martins, mãe do Victor Hugo de 2 anos e 1 mês, garante que seu filho só deixará de mamar quando demonstrar o desinteresse pelo leite materno. “Sempre ouço dizerem que está na hora do meu filho parar de mamar e eu sempre digo que a hora é ele quem vai escolher”, afirma. O desmame costuma ser gradual, mas também pode ser súbito, mas é a mãe e criança que definirão participando ativamente desse processo.

Alguns sinais ajudam a entender que a criança está madura e deseja parar de mamar, como a diminuição e perda de interesse nas mamadas, quando aceita não ser amamentada em certas ocasiões e locais e às vezes dorme sem mamar no peito ou prefere brincar ou fazer outra atividade com a mãe em vez de mamar.

O desmame natural propicia uma transição mais tranquila, menos estressante para mãe e criança. O desmame abrupto deve ser desencorajado, pois se a criança não está pronta, ela pode se sentir rejeitada pela mãe, gerando insegurança. Para a mãe, o desmame abrupto pode precipitar o ingurgitamento mamário, tristeza ou depressão e alterações hormonais.

Em alguns casos, o desmame pode ocorrer sem o desejo da mãe ou sem que a criança esteja pronta, como: rejeição do seio pela criança, trabalho da mãe fora do lar, hospitalização da criança, problemas nas mamas. Muitos desses problemas podem ser manejados e evitados. Em todos os casos cabe ao profissional de saúde estar apto a orientar a mãe nesse processo, respeitando o desejo e a decisão dela.



Blog da Saúde
Fonte Blog da Saúde 08/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Processo de desmame é natural e deve ser escolha do bebê