Presidente italiano escolhe democrata como novo primeiro-ministro

Fonte Agência Brasil* 24/04/2013 às 14h

 

Brasília - O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, escolheu hoje (24) Enrico Letta, o número 2 do Partido Democrata, para ser o primeiro-ministro do país. A expectativa, segundo especialistas, é que a escolha encerre os dois meses de crise política na Itália.

Nos discursos, Letta, de 46 anos, defende a redução do número de deputados, mais autonomia para as províncias e um novo sistema eleitoral. A gestão de Letta deve ter o apoio dos partidos PD, PDL e Escolha Cívica e a oposição da coligação Esquerda, Ecologia Liberdade e do Movimento 5 Estrelas, de Beppe Grillo.

Desde o final de fevereiro, a Itália está em clima de instabilidade política devido aos resultados das eleições legislativas, que não apontaram vitoriosos, e sim números aproximados entre os principais partidos. Letta é vice-secretário do Partido Democrata, foi deputado do Parlamento Europeu e por três vezes, ministro.

Letta disputava a indicação com Giuliano Amato, de 74 anos. O Partido Democrata, de Letta, venceu as eleições legislativas, mas não tem maioria no Senado, pois registra a mesma quantidade de parlamentares que o Povo em Liberdade (PDL) – legenda do ex-primeiro ministro Silvio Berlusconi – e a Escolha Cívica, de Mario Monti.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 24/04/2013 ás 14h

Compartilhe

Presidente italiano escolhe democrata como novo primeiro-ministro