Presidente e chanceler uruguaios rechaçam renúncia de funcionário

Fonte Ansa flash 22/05/2012 às 20h
 O presidente do Uruguai, José Mujica, e o chanceler do país, Luis Almagro, rechaçaram a renúncia de um alto-funcionário que declarou que a Chancelaria teria conhecimento de uma tentativa de suborno ao presidente da delegação local da Comissão Administradora do Rio da Prata (CARP), Francisco Bustillo.

"O ministro, com o respaldo do presidente, resolveu não aceitar minha renúncia", disse hoje o embaixador itinerante e assessor de Mujica, Julio Baráibar, em entrevista à Rádio Uruguai.

"Eu pessoalmente recebi um ato de confiança deste embaixador [Bustillo] que veio e me contou exatamente como havia sido toda a situação. O Uruguai a denunciou e isto é história", afirmou.

A imprensa local divulgou que o ex-vice-chanceler argentino, Roberto García Moritán, teria oferecido dinheiro a Bustillo para que ele favorecesse a companhia holandesa Riovia, que faz a manutenção do canal Martín García do Rio de la Plata.
Ansa flash
Fonte Ansa flash 22/05/2012 ás 20h

Compartilhe

Presidente e chanceler uruguaios rechaçam renúncia de funcionário