Presidente do CNPq ministra palestra Bernal Lecture na universidade de Londres

Fonte Coordenação de Comunicação Social 21/05/2013 às 15h
 

O presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e professor do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP), Glaucius Oliva, proferiu a prestigiosa palestra Bernal Lecture, no Birkbeck College, da universidade de Londres, no dia 7 de maio.

Durante a palestra, intitulada "Da biologia estrutural das doenças negligenciadas para a ciência brasileira", Glaucius Oliva relembrou as recomendações do cientista John Desmond Bernal, em seu livro “ The Social Function of Science” (1939), que indicava a necessidade do engajamento dos cientistas na solução das graves desigualdades sociais, e como esta visão está alinhada com as mudanças significativas que ocorreram no Brasil como resultado dos investimentos em ciência e tecnologia, com exemplos marcantes na agricultura, petróleo e gás e na indústria aeroespacial.

Glaucius Oliva mostrou, também, como a visão de Bernal o influenciou na escolha da temática de pesquisas que iniciou em seu retorno ao Brasil, focada na elucidação molecular de alvos proteicos associados a doenças infecciosas negligenciadas, endêmicas em paises em desenvolvimento. Apresentou os resultados de suas pesquisas em doença de Chagas e a esquistossomose, que ainda são enfermidades com graves impactos na morbidade, incapacidade a longo prazo, e morte, com conseqüências médicas e psicológicas graves para milhões de homens, mulheres e crianças, especialmente pessoas de baixa renda que vivem em situações precárias de higiene e saneamento básico.

O presidente do CNPq encerrou a sua apresentação com um olhar para o futuro da ciência brasileira, destacando o ambicioso programa de cooperação internacional, Ciência sem Fronteiras, que pretende enviar 100 mil cientistas brasileiros em bolsas internacionais em nível de graduação e pós-graduação até 2015.

John Desmond Bernal (1901-1971) - foi um dos cientistas mais influentes no século XX, conhecido como ‘Sage” (o sábio). Entre suas várias contribuições científicas seminais estão a elucidação da estrutura do grafite, da água, e de dezenas de compostos orgânicos e inorgânicos. Obteve os primeiros cristais de proteínas relatados na história e lançou as bases para a determinação da estrutura do vírus do mosaico do tabaco. Talvez a característica mais marcante de sua trajetória tenha sido sua apaixonada defesa da função social da ciência e seu papel central para o desenvolvimento e bem estar da humanidade e do planeta.

JD Bernal foi Professor de Física no Birkbeck College entre 1938 e 1968. Em 1963, tornou-se o primeiro catedrático de Cristalografia, uma disciplina que já contribuiu com duas dezenas de prêmios Nobel ao longo da história. Desde 1968, quando Bernal se aposentou, o Birkbeck College patrocina uma palestra anual em sua memória e a edição de 2013 teve como palestrante Glaucius Oliva, presidente do CNPq, que foi aluno de doutorado do Departamento de Cristalografia da Universidade de 1984 a 1988.

Ciência sem Fronteiras- O Birkbeck College é parceiro do Programa Ciência sem Fronteiras (CsF) e já recebeu alunos na instituição. O chefe do Departamento de Recrutamento Internacional de estudantes na Universidade, Jonah Duffin, destacou que o Ciência sem Fronteiras oferece uma oportunidade maravilhosa para a Universidade de Londres em hospedar alguns dos melhores alunos do Brasil, bem como para os estudantes londrinos terem a oportunidade de passar algum tempo realizando pesquisas no Brasil. “Tivemos o prazer de receber o professor Oliva, que tem sido fundamental para o sucesso do projeto de volta para Birkbeck. Estamos ansiosos para receber novos estudantes brasileiros para o College como parte do Programa", ressaltou Duffin.

Leia mais no site da universidade (conteúdo em inglês).

Coordenação de Comunicação Social
Fonte Coordenação de Comunicação Social 21/05/2013 ás 15h

Compartilhe

Presidente do CNPq ministra palestra Bernal Lecture na universidade de Londres