Presidente do Banco Central acredita que inflação será menor nos próximos três meses

Fonte Agência Brasil 10/05/2012 às 20h
O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, disse hoje (10) acreditar que a inflação dos próximos três meses deverá ser menor do que a registrada em abril, quando o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve alta de 0,64%.

"A inflação em março veio abaixo de nossa expectativa. Em abril, a inflação veio acima da expectativa do Banco Central. Nós estamos em um processo de convergência da inflação. No pico, em setembro, [no acumulado, em 12 meses] foi 7,31%. Já caiu mais de 2 pontos. E, hoje, em abril, a inflação medida pelo IPCA está em 5,1% [em 12 meses]. Nos próximos três meses, a inflação mensal no Brasil será inferior à inflação mensal registrada em abril", estimou Tombini, ao abrir o 14º Seminário Anual de Metas para a Inflação, na sede regional do BC do Rio.

Tombini considerou que o fortalecimento do dólar em relação ao real, nos últimos dias, é parte de um movimento internacional de apreciação da moeda americana. E também não demonstrou preocupação com o aumento dos gastos dos brasileiros nas viagens ao exterior. "Não tem nem um item da balança de pagamentos que tenha preocupação particular em relação ao país. O Brasil tem uma situação no balanço de pagamentos tranquila. Este ano, mesmo com a evolução da economia internacional menos favorável, nós não teremos qualquer dificuldade de financiar nossa posição de balança de pagamentos, inclusive considerando qualquer item individualmente."

O presidente do BC disse ainda que o crédito para financiamento de veículos deve voltar a crescer e previu uma aceleração da economia nacional nos próximos meses. "Olhando para a frente, nossa economia vai pegar tração ao longo do ano e vai crescer mais do que no ano passado, [crescendo] mais no segundo semestre."

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 10/05/2012 ás 20h

Compartilhe

Presidente do Banco Central acredita que inflação será menor nos próximos três meses