Presidente da Mitsubishi diz que investimentos da empresa no Brasil são de longo prazo

Fonte Agência Brasil 28/02/2013 às 19h

 

Brasília - O presidente mundial do grupo Mitsubishi, Ken Kobayashi, disse hoje (28) que o baixo nível de crescimento da economia brasileira não compromete os planos de investimentos do grupo no país nos próximos anos e que o compromisso da companhia com o Brasil é de longo prazo. Em 2012, a economia brasileira cresceu menos de 1%, segundo estimativa do mercado, que poderá ser confirmada amanhã (1°) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Estou otimista. Índices econômicos estão sujeitos a flutuações. Nossos investimentos têm como foco o longo prazo. Conhecemos os recursos que o Brasil dispõe, sabemos que não são variações que vão refletir no potencial do Brasil, no qual acreditamos e vamos investir”, disse Kobayashi, após reunião com a presidenta Dilma Rousseff.

Segundo o executivo, a questão é identificar em quais setores a Mitsubishi deverá investir no Brasil nos próximos anos. Entre as áreas de interesse do grupo japonês estão o comércio exterior – com exportação de produtos brasileiros –, grandes empreendimentos de infraestrutura e formação de técnicos, inclusive com participação no Programa Ciência sem Fronteiras. Kobayashi também vê possibilidade de ampliação de investimentos na exploração de recursos minerais, transporte e agricultura.

Segundo o executivo japonês, a presidenta Dilma ficou interessada na tecnologia e na possibilidade de expansão de empregos em parceria com a Mitsubishi. “O Japão não tem recursos naturais como Brasil. O que temos é tecnologia e um povo trabalhador. Queremos trazer esses recursos para o país contribuir com o desenvolvimento econômico do Brasil”, disse Kobayashi.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 28/02/2013 ás 19h

Compartilhe

Presidente da Mitsubishi diz que investimentos da empresa no Brasil são de longo prazo