Presidente da Colômbia pede fim de diálogo com cafeicultores até encerramento de protestos

Fonte Agência Brasil - EBC 01/03/2013 às 21h

Bogotá- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, determinou na tarde de hoje (1º), que o diálogo com o setor cafeeiro seja interrompido até que as rodovias do país sejam desbloqueadas pelos produtores de café. Mobilizados desde a última segunda-feira (25), os cafeicultores bloqueiam as principais vias colombianas, reivindicando ajuda do governo para superar a crise que afeta o setor.

Os produtores colombianos acumulam dívidas devido à queda da produção, ao preço da logística de transporte e à valorização do peso colombiano ante o dólar. O presidente Juan Manuel Santos tomou a decisão depois de uma reunião com ministros do governo.

Segundo a imprensa local colombiana, Santos suspendeu o diálogo por começarem a faltar medicamentos, combustível e outros produtos em algumas regiões do país devido ao bloqueio das rodovias.

O governo anunciou um pacote na semana passada para ajudar aos cafeicultores. A proposta foi aceita pela Federação Nacional dos Cafeicultores do país (FNC), mas há grupos de produtores dissidentes que consideram as medidas insuficientes para resolver a crise.

Os cafeicultores que estão protestando garantem que o preço pago pela arroba de café produzido, U$ 32,10, não é suficiente para cobrir os gastos. Segundo eles o valor mínimo deveria ser U$ 36,06.

* Com informações da TV estatal Telesur

Agência Brasil - EBC
Fonte Agência Brasil - EBC 01/03/2013 ás 21h

Compartilhe

Presidente da Colômbia pede fim de diálogo com cafeicultores até encerramento de protestos