Polícia detém líder de grupo que raptou e matou três israelenses

Fonte Agência Lusa 05/08/2014 às 21h
A polícia israelense anunciou hoje (5) a detenção de um palestino suspeito de ser o líder do sequestro e assassinato de três jovens israelenses na Cisjordânia em junho, crime que antecedeu a escalada do conflito na Faixa de Gaza. “Há um mês, em um campo de refugiados de Chouafat [norte de Jerusalém], as forças de segurança israelenses detiveram Hossam Kawasmeh por suspeita de ter dirigido o comando que raptou e assassinou os três adolescentes”, diz um comunicado divulgado hoje.

Os três estudantes de instituições religiosas foram encontrados mortos em 30 de junho perto da estrada na qual foram vistos pela última vez, duas semanas antes. Kawasmeh admitiu às autoridades israelenses que recebeu apoio financeiro do grupo extremista Hamas em Gaza para recrutar e armar os homens que executaram os três jovens. As autoridades procuram ainda dois palestinos – Marouane Kawasmeh e Amer Abou Eisheh – também principais suspeitos pelo crime cometido há um mês e meio na Cisjordânia.

Hoje entrou em vigor um cessar-fogo de 72 horas na Faixa de Gaza, aceita por Israel e pelo Hamas, com a retirada do exército israelense do enclave.

Em 8 de julho, Israel lançou a Operação Margem Protetora para responder, com ataques aéreos, ao disparo de foguetes palestinianos contra território israelense. Em 17 de julho, as forças hebraicas deram início à operação terrestre para destruir túneis construídos e usados pelo Hamas em ataques contra zonas fronteiriças. Pelo menos 1.850 palestinos morreram em cerca de um mês de hostilidades, enquanto o 64 militares israelenses morreram.
Agência Lusa
Fonte Agência Lusa 05/08/2014 ás 21h

Compartilhe

Polícia detém líder de grupo que raptou e matou três israelenses