PNUD contrata estudo para 11 parques e reservas

Fonte Comunicação ICMBio 11/03/2013 às 10h

Brasília – O Progama das Nações Unidades para o Desenvolvimento (PNUD) acaba de publicar editais para contratação dos diagnósticos ambiental e socioeconômico que vão subsidiar a elaboração dos planos de manejo das 11 unidades de conservação (UCs) federais do interflúvio Purus-Madeira (BR 319). Para ter acesso, aos editais clique aqui.

Estão contempladas nos editais a Reserva Biológica (Rebio) Abufari, a Estação Ecológica (Esec) Cuniã, os parques nacionais (Parna) Mapinguari, Nascentes do Lago Jari, as reservas extrativistas (Resex) Lago do Capanã-Grande, Ituxi, Médio Purus, Lago do Cuniã e as florestas nacionais (Flona) Humaitá, Balata-Tufari e Iquiri. As unidades ficam nos estados do Amazonas e norte de Rondônia.

Os editais são específicos para as UCs da região da BR-319 devido a um acordo de cooperação firmado com o DNIT para a implementação das unidades, quando foi repassado recurso para a elaboração dos planos de manejo, além de outras ações estruturantes.

Os diagnósticos ambiental e socioeconômico têm o objetivo de colher e analisar informações sobre as 11 unidades e sua região, auxiliando e subsidiando na elaboração dos planos de manejo. Só depois de prontos os diagnósticos, é que será iniciada a elaboração dos planos.

Segundo a analista ambiental Ana Rafaela D'Amico, do Parque Nacional Campos Amazônicos, que fica em áreas do Mato Grosso, Amazônia e Rondônia, as unidades de conservação ao longo da BR 319 sofrem muita pressão em relação ao desmatamento, principalmente as localizadas no sul do Estado do Amazonas, onde há avanço da fronteira de colonização e grande pressão de invasão de terras públicas.

O PNUD, como parceiro do ICMBio nesse trabalho, está operacionalizando o gasto dos recursos. O WWF Brasil e a Comunidade de Ensino e Aprendizagem em Planejamento de Unidades de Conservação, organizações não governamentais, são parceiras no projeto.

Comunicação ICMBio
Fonte Comunicação ICMBio 11/03/2013 ás 10h

Compartilhe

PNUD contrata estudo para 11 parques e reservas