Plano de facilidades beneficia 1,7 milhão de contribuintes em débito com o Fisco argentino

Fonte Agência Brasil/EBC 25/03/2013 às 21h

 

Buenos Aires – A Afip (a Receita Federal argentina) anunciou hoje (25) um plano para facilitar o pagamento de dívidas de 1,7 milhão de contribuintes do Fisco. Eles poderão parcelar o que devem em até 120 vezes a juros mensais de 1,35%.

Este é o segundo plano de facilidades desde 2009. Os interessados, inclusive pessoas jurídicas, terão que se apresentar até dia 31 de julho, para poder usufruir dos benefícios. Mas ficam excluídas, do plano, as empresas que tenham sido denunciadas perante à Justiça, como o HSBC, banco acusado de lavagem de dinheiro.

Segundo a Afip, a grande maioria dos 1,7 milhão de beneficiados tem dívidas de até 1 milhão de pesos argentinos (cerca de R$ 394 mil).
O governo diz que o plano vai contribuir para o desenvolvimento do mercado interno, uma vez que as empresas endividadas vão ter a possibilidade de regularizar a sua situação e investir na produção. Economistas independentes avaliam que o plano também resolve problemas de caixa do governo.

“Esta moratória foi feita para estimular os contribuintes a pagarem suas dívidas”, disse em entrevista à Agência Brasil o economista Fausto Spotorno. “O governo precisa de dinheiro porque está gastando mais do que pode. O déficit fiscal na Argentina representa 2,25% do Produto Interno Bruto (PIB)”, completou.

Agência Brasil/EBC
Fonte Agência Brasil/EBC 25/03/2013 ás 21h

Compartilhe

Plano de facilidades beneficia 1,7 milhão de contribuintes em débito com o Fisco argentino