Pirarucu corre risco de extinção, diz revista dos EUA

Fonte ANSA 16/08/2014 às 10h
Três das cinco espécies do peixe já não são mais encontradas.

15 Agosto, 20:18•ROMA•ZSG

(ANSA) - O pirarucu, conhecido como o "gigante da Amazônia" por poder alcançar três metros de comprimento e por pesar até 180 quilos, corre sérios riscos de extinção, diz estudo da revista norte-americana "Aquatic Conservation".

Segundo a publicação, o peixe já está extinto em algumas áreas da bacia do Rio Amazonas e em outras tem sua população bastante diminuída. Para os especialistas, três das cinco espécies do Pirarucu já não podem ser observadas em natura - em seu ambiente natural, fora de cativeiro.

Tomando como base um monitoramento de 81 comunidades de pescadores locais, descobriu-se que 19% deles não encontram mais o animal nas suas proximidades. Além disso, cerca de 57% dos entrevistados acreditam que faltam poucos anos para o desaparecimento completo do peixe. O Arapaima gigas, nome científico do Pirarucu, tem a capacidade de respirar ar graças a um pulmão "primitivo". Essa característica permite com que o peixe nade em baixas profundidades, o que o deixa mais vulnerável, facilitando sua captura. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 16/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Pirarucu corre risco de extinção, diz revista dos EUA