Pessoas utilizam trilha para cruzar fronteira entre Venezuela e Colômbia

Fonte Ansa Flash. 19/11/2009 às 0h
Centenas de pessoas cruzavam hoje a fronteira entre a cidade colombiana Cúcuta e a venezuelana San Antonio del Táchira por meio de uma trilha que passa pelo rio Táchira, já que desde ontem o posto de fronteira entre os dois países na região está fechado.

Ontem, autoridades da Venezuela fecharam a fronteira em resposta ao assassinato de dois militares da Guarda Nacional. Foi uma "resposta à sequência de fatos" que têm aterrorizado os moradores da área limítrofe, disse o diretor da Polícia de Táchira, Jesús Alberto Berro.

Em declarações à rádio Caracol, Berro afirmou que recentemente foram entregues panfletos intimidatórios aos moradores de alguns municípios de Táchira. "Essa ação das Forças Armadas foi necessária para gerar uma sensação de segurança e tranquilidade", continuou.

Segundo ele, uma das hipóteses para as mortes dos militares é que eles teriam sido vítimas de represálias de grupos repreendidos pelas autoridades de seu país.

A população, por sua vez, consegue trafegar a pé entre um país e outro atravessando uma trilha que passa pelo rio Táchira. "Eu estava com a minha mãe, minha avó, meu filho e minha esposa. Desde as 21h ficamos parados ali e nos diziam que não havia passagem, que o presidente havia ordenado o fechamento da fronteira", contou um pedestre, que deixou o carro e cruzou a fronteira caminhando.

Em meio a uma grave crise com o país vizinho, que congelou as relações comerciais no mês de julho e já se pronunciou por diversas vezes contra o acordo militar firmado com os Estados Unidos, o governo colombiano ainda não se pronunciou sobre o novo conflito.
Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Pessoas utilizam trilha para cruzar fronteira entre Venezuela e Colômbia