Pesquisadores da Coppe/UFRJ visitam a Usina de Funil

Fonte Eletrobras Furnas 20/04/2013 às 19h

 

Um grupo de 15 alunos da Coordenação de Programas de Pós-Graduação em Engenharia (Coppe) da UFRJ conheceu na terça-feira (16/4) as instalações da Usina de Funil, em Itatiaia (RJ). A hidrelétrica, construída e operada por Furnas, tem potência de 216 MW e garante a confiabilidade do fornecimento de energia para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Os estudantes de Mestrado e Doutorado receberam informações técnicas sobre a operação da hidrelétrica e visitaram áreas como a barragem, pátio dos geradores, galeria elétrica e galeria de rochas.

Mestranda de Planejamento Energético, a brasiliense Raquel Filgueiras, de 27 anos, ficou admirada com a grandiosidade das máquinas e estruturas da usina. “A obra é gigantesca”, disse ela. “Queria ter a experiência de conhecer uma hidrelétrica, já que estudei muito as fontes de energia durante o primeiro ano do curso”, acrescentou Raquel, que é graduada em Economia.

Para Jack Cutipa, 30 anos, a visita a Funil também representou seu primeiro contato com uma hidrelétrica. Nascido no Peru, ele cursa há um ano o Mestrado em Engenharia Elétrica da Coppe. “Achei interessante. É melhor ver pessoalmente que através dos livros”, afirmou.

Concluindo o doutorado em Engenharia Eletrônica, Rafael Linhares, 36 anos, percorreu a casa de força de Funil acompanhado de um pequeno gravador digital. Seu objetivo era obter dados sobre a frequência das vibrações das unidades geradoras para projetar um sensor capaz de monitorar a cavitação, uma espécie de erosão que ocorre em superfícies internas de sistemas hidráulicos.

“Dependendo da intensidade da cavitação, podem ocorrer vibrações anormais na turbina. Se analisarmos os sinais dessa vibração, podemos evitar paradas às cegas para manutenção das máquinas”, explica. “O objetivo é criar uma solução barata e nacional para ajudar no planejamento das manutenções”.

Prestes a comemorar 50 anos, a Coppe/UFRJ é um dos principais centros de excelência em pesquisa tecnológica da América Latina. A instituição conta com 12 programas de mestrado e doutorado, e 2,7 mil alunos. O programa de visitas à Usina de Funil, iniciado pela Coppe, visa ao fortalecimento da parceria de Furnas com as universidades brasileiras.

 

Eletrobras Furnas
Fonte Eletrobras Furnas 20/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Pesquisadores da Coppe/UFRJ visitam a Usina de Funil