Pesquisa amplia acervo de palinologia do Bioma Pampa

Fonte Ulbra - EcoAgência 10/05/2012 às 14h
 equipe do Laboratório de Palinologia da ULBRA Canoas realizou na última semana uma saída em campo para coleta de material em diversos municípios do Bioma Pampa. Foram visitadas as cidades de Caçapava do Sul, Bagé, Quaraí e Itacurubi. Coordenado pela professora responsável pelo laboratório, Soraia Girardi Bauermann, o projeto Cenário Ambiental do Bioma Pampa, com base em palinologia, faz parte de uma rede inserida no Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade (SISBIOTA Brasil) e conta, ainda, com projetos em Santa Catarina, Pernambuco e Piauí. O trabalho pretende contribuir para a disseminação do conhecimento da biodiversidade polínica.

Nesta saída de campo o acervo do Laboratório de Palinologia foi ampliado em 132 espécimes de plantas atuais como a Calamagrostis, Salix, Plantago, Hydrocotyle, Setaria, Eleocharis, Cuphea, Baccharis trimera, Paspalum dilatatum, Passiflora caerulea, Sida rhombifolia, e mais 50 amostras de superfície e dois perfis sedimentares. Todo o material será incluído à palinoteca do Laboratório da Universidade. O acesso ao acervo é livre para ações de educação e pesquisa, onde também são divulgadas imagens de grãos de pólen.

Além dos pesquisadores da ULBRA Canoas, participaram da saída em campo o professor e pesquisador da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e coordenador geral da rede em que se insere o projeto, Marcelo Accioly Teixeira Oliveira; a professora da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e subcoordenadora geral da rede, Gisele Leite de Lima; e o pesquisador convidado Ney Fett Júnior.

Ulbra - EcoAgência
Fonte Ulbra - EcoAgência 10/05/2012 ás 14h

Compartilhe

Pesquisa amplia acervo de palinologia do Bioma Pampa