Pescadores salvam duas tartarugas encalhadas

Fonte Comunicação ICMBio 14/04/2013 às 18h

Tartarugas Resgate Prainha3Brasília – Pescadores da Reserva Extrativista (Resex) Prainha do Canto Verde, no Ceará, resgataram duas tartarugas de oliva (Lepidochelys olivacea) encalhadas em Beberibe, cidade abrangida pela unidade de conservação gerida (UC) do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

As tartarugas – uma com 82 cm de comprimento por 65 cm de largura e outra com 70 cm de comprimento por 59 cm de largura – foram encontradas vivas, com cabeças e nadadeiras envolvidas por uma grande rede de pesca.

Ao retirar as redes, os pescadores constataram que um dos animais estava bastante debilitado e com profundos cortes na cabeça e na nadadeira peitoral, enquanto o outro, apesar de não apresentar ferimentos, estava muito estressado.

Os pescadores acionaram a equipe local do grupo Resgate à Vida Marinha (Revimar), que desde 2010 vem desenvolvendo trabalho voluntário de monitoramento nas áreas de praia da Resex. Ao chegar ao local do encalhe e tomar os devidos cuidados para com as tartarugas, a Revimar solicitou auxílio do Projeto Cetáceos da Costa Branca (PCCB), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), cuja atuação se estende das praias do litoral leste do Ceará ao litoral oeste do Rio Grande do Norte.

Após as tartarugas marinhas receberem os primeiros medicamentos e a equipe de resgate realizar vistoria da rede e levantar o ponto geográfico do encalhe, os animais foram removidos para um centro de reabilitação na sede do PCCB, onde, segundo os veterinários, as tartarugas devem passar por uma bateria de exames antes de serem devolvidas ao seu habitat.

Comunicação ICMBio
Fonte Comunicação ICMBio 14/04/2013 ás 18h

Compartilhe

Pescadores salvam duas tartarugas encalhadas